Mulher compra R$ 8,3 mil em móveis com nota promissória e nomes falsos

Vendedor só descobriu a farsa porque foi informado pelo vizinho, que conhecia a estelionatária

Mulher compra R$ 8,3 mil em móveis com nota promissória e nomes falsos

Vendedor só descobriu a farsa porque foi informado pelo vizinho, que conhecia a estelionatária

Um morador do bairro Guarani foi vítima de uma estelionatária neste fim de semana. Ele relatou à Polícia Civil que vendeu R$ 8,3 mil em móveis a uma mulher, que o pagou com uma nota promissória assinada com nome falsificado.

Ele relatou que a mulher entrou em contato pelo Facebook, dizendo-se interessada na compra de móveis, quando foi acertada a venda de seis cadeiras, uma mesa, e um sofá.

Os móveis foram entregues no endereço por ela solicitado e, lá, a mulher assinou uma nota promissória no valor de R$ 8,3 mil. Foi lhe solicitado o CPF, mas ela disse que não o possuía, no momento.

O homem que vendeu os móveis disse que só tomou conhecimento de que se tratava de documento falsificado quando conversou com um vizinho que a conhecia.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio