Mulheres que representaram Brusque foram destaques da Meia Maratona

Para o treinador das atletas, João Francisco Nunes, a meia maratona serviu como uma espécie de preparação

Mulheres que representaram Brusque foram destaques da Meia Maratona

Para o treinador das atletas, João Francisco Nunes, a meia maratona serviu como uma espécie de preparação

O domingo foi de muito sol e esforço para os atletas que participaram da Meia Maratona de Brusque. As mulheres que representaram a cidade foram os destaques da competição. Dione D’Agostini Chillemi venceu a principal prova do dia: os 21 quilômetros. Com apenas 17 anos, Rafaela Fabiane dos Santos conquistou a primeira posição nos 10 quilômetros, enquanto as maratonistas Naiana Baumgratz e Stefanie da Silva ficaram com a 2ª e 3ª colocação, respectivamente, nos 5. Essa prova foi vencida por Simone Ferraz, de Jaraguá do Sul. Dione, Rafaela, Naiana e Stefanie são atletas da equipe brusquense de atletismo que vai representar a cidade nos Jogos Abertos de Santa Catarina. A competição inicia sábado e vai até 25 de novembro em Itajaí.
Para o treinador das atletas, João Francisco Nunes, a meia maratona serviu como uma espécie de preparação. “Essa prova foi muito importante, porque, além de ter uma equipe que conquistou as primeiras colocações, a Meia Maratona serviu como uma prévia para os Jasc. Esperamos conquistar os bons resultados do ano passado”, diz ele. A equipe comandada por João Nunes é a atual detentora do título da modalidade nos Jasc.
Resultados

Campeã da Meia Maratona, Dione percorreu os 21 quilômetros da prova em 1h20min . “Foi um percurso bom e bem sinalizado. O objetivo agora é representar bem a cidade no Jasc, como tem acontecido nos últimos anos”, declara. A atleta tem 18 anos de carreira, já foi vice-campeã do Troféu Brasil por três anos consecutivos e disputou maratonas em Nova York, Miami, Hamburgo e Amsterdã.

Na categoria masculina, o atleta Alessandro de Souza, de Pinhais, cidade da Região Metropolitana de Curitiba, venceu a Meia Maratona e fechou o circuito em 1h9min. “Essa não é primeira vez que venho ao município, mas posso destacar que esse trajeto foi um dos melhores que já participei. Foi bom para correr, além de receber o prestígio da população durante a prova” disse.

A largada da maratona aconteceu na Arena Brusque, às 8h. Os atletas percorreram pela avenida Bepe Roza. Quem competiu na prova dos 10 e 21 quilômetros teve que atravessar a Ponte Estaiada e passar por algumas ruas no Centro. A premiação foi realizada às 10h30, com prêmio em dinheiro para os cinco primeiros colocados de cada categoria.
Retorno da competição em Brusque

Depois de dois anos de ausência, Brusque voltou a ser sede da Meia Maratona este ano. De acordo com o prefeito Paulo Eccel, a competição deve retornar à cidade em 2015. “Já encaminhamos o projeto para o próximo ano e estamos com uma boa expectativa para realizar a prova aqui novamente”, revela.

Diferente da última edição, desta vez 817 atletas se inscreveram para participar da competição. “Dobramos a quantidade de participantes. Isso mostra o crescimento da modalidade esportiva aqui na cidade e também no país”, revela o superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Deivis Silva.

Madrinha da Meia Maratona
Vencedora da modalidade nas últimas três Paraolimpíadas, a atleta Terezinha Guilhermina foi convidada para ser a madrinha da Meia Maratona de Brusque e acompanhou a torcida de familiares e amigos dos competidores durante a manhã de domingo na Arena. Ela nasceu com deficiência visual: retinose pigmentar, doença causada pela falta de célula pigmentosa na retina.

“A falta de visão nunca foi uma barreira para eu conquistar o que quis. Sempre fui determinada e ser cega nunca me impediu de vencer minhas limitações. Inclusive, sempre digo: não vi minhas espinhas, mas também não verei minhas rugas”, brinca.

Aos 36 anos, Terezinha já ganhou três medalhas de ouro nos Jogos Paraolímpicos, duas delas em Londres, em 2012, e em Pequim, em 2008. Conquistou também a primeira colocação nos 100, 200 e 400 metros rasos nos Jogos Parapan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro.

Atualmente mantém um instituto em Maringá (PR) para atletas com deficiência e treina para uma competição em Fortaleza (CE). “Essa é a primeira vez que sou madrinha em uma prova como está. É uma grande honra estar aqui”, revela Terezinha.

Meia Maratona de Brusque

Classificação
Classificação final:

Meia Maratona – 21 Km

Masculino
1º – Alessandro de Souza
2º – Elson Alex Gracioli
3º – Tadeu Cedron

Feminino
1º – Dione D’Agostini Chillemi
2º – Ana Carla Koetz Prade
3º – Elizete de Souza Geanesine Félix

10 km

Masculino
1º – Ojanio dos Santos
2º – Mirivaldo Souza
3º – Anderson Golçalves

Feminino
1º – Rafaela Fabiane dos Santos
2º -Ana Carina Gonçalves
3º – Solange Luehke

05 km
Masculino
1º – Carlos Alexandre Firmo
2º – Cristiano José Tedeski
3º – Matheus Ghiggi dos Santos

Feminino
1º – Simone Ponte Ferraz
2º – Na Naiana Baumgratz
3º – Stefanie da Silva

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio