Na Câmara, governo justifica corte de R$ 3 milhões

Roberto Prudêncio Neto participou de sessão ordinária e pediu que vereadores apoiem a prefeitura

Na Câmara, governo justifica corte de R$ 3 milhões

Roberto Prudêncio Neto participou de sessão ordinária e pediu que vereadores apoiem a prefeitura

O prefeito interino, Roberto Prudêncio Neto, participou nesta terça-feira, 22, da sessão ordinária da Câmara de Brusque para justificar as medidas que o levaram a anunciar o corte de R$ 3 milhões no orçamento deste ano, e pediu aos parlamentares para que apoiem o Executivo e o ajude a administrar a crise financeira.

Durante a sessão, ele apresentou aos vereadores os números da situação financeira do município, que já haviam sido adiantados à imprensa, no fim da última semana, quando a prefeitura anunciou mudança de horário e contenção de gastos. Prudêncio ressaltou também a queda acentuada nos repasses federais e estaduais ao município.

Prudêncio voltou a frisar que não foi o seu governo que elaborou o orçamento deste ano, o qual, segundo ele, “não condiz com a realidade”. O prefeito interino afirmou que as empresas do município têm passado por dificuldades, e isso tem se refletido em demissões.

“Temos informações, por meio do Sine, que vem crescendo o número de pessoas buscando seguro desemprego. No ano que vem teremos essas pessoas desempregadas, e a crise financeira para resolver”, disse, durante a sessão.

> Mais informações sobre a sessão do Legislativo na edição impressa desta quarta-feira, 23, do Município Dia a Dia

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio