Na edição de sexta-feira, confira especial sobre Cinquentenário de Botuverá

No sábado, 9 de junho, Botuverá completa 50 anos de emancipação

Na edição de sexta-feira, confira especial sobre Cinquentenário de Botuverá

No sábado, 9 de junho, Botuverá completa 50 anos de emancipação

No dia 9 de junho, Botuverá chega ao cinquentenário como cidade – Crédito: Sarita Gianesini
No sábado, 9 de junho, Botuverá completa 50 anos como município instalado oficialmente, emancipado de Brusque. Independente, com um novo inicío. Não foi um começo dos mais fáceis. 
Foi um começo saído do papel, já que não havia sede para executivo, a energia elétrica não tinha chegado, a pavimentação para as ruas, entre tantos outras carências. Passados 50 anos, que pode ser considerado um grande marco, mas um curto período de tempo para se fazer uma cidade, podemos dizer que Botuverá é forte o bastante para ir muito mais longe. 
Em seus 136 anos de povoação, desde que nasceu como Porto Franco, Botuverá passou por muitos ciclos. Da extração vegetal, da corrida pelo ouro, da fumicultura. Do êxodo de botuveraenses em busca de empregos em Brusque, até aumento populacional com o surgimento de opções econômicas, como a mineração e a indústria. 
Hoje, Botuverá caminha mais firme do que nunca. E não caminha firme à toa. Só o faz assim, porque seu povo é forte. Forte o suficiente para atravessar o Atlântico a bordo de navios que ofereciam condições sub-humanas. Forte o bastante para subir o rio em balsas. Tão robusto que não desistiu diante dos morros íngremes e vales estreitos que nenhum outro colono quis.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio