Conteúdo exclusivo para assinantes
Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Na prática, atendimento no plantão da Policlínica é diferente do discurso

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Na prática, atendimento no plantão da Policlínica é diferente do discurso

Página 3

O discurso
A reportagem de O Município esteve no pronto atendimento do Centro de Serviços em Saúde após as 18h de segunda-feira, 13. O que se viu foi uma realidade diferente da relatada pelo secretário de Saúde, Humberto Fornari. Em entrevista recente ao jornal, ele afirmou que o pronto atendimento serve para casos corriqueiros, inclusive os que demandam procedimentos simples. Disse também que o uso de senhas estava sendo abolido.

A prática
Verificando no local, o cenário é bem diferente. A funcionária que estava trabalhando no dia informou que não é feito nenhum procedimento, nem simples, nem mais complicado, e as senhas ainda estavam em uso. A fila por atendimento era grande, o que demonstra a importância deste serviço para a população. Trata-se, esta, de uma das grandes reclamações dos médicos do Hospital Azambuja, já que essa demanda “dispensada” pela Secretaria de Saúde vai parar na instituição, abarrotando o atendimento.


Reunião itinerante
A diretoria da Associação Empresarial de Brusque (Acibr) realizou na noite desta segunda-feira, 13, sua última reunião itinerante deste ano, desta vez, em Botuverá. Na oportunidade, o presidente da Acibr, Halisson Habitzreuter, abriu os trabalhos colocando como primeiro assunto a construção da barragem de Botuverá. Informou que o tema será discutido na próxima semana, em reunião com o secretário de Defesa Civil do estado, Rodrigo Moratelli.

Rodovia
Outro assunto trazido à reunião pelo Núcleo de Empresários de Botuverá foi a atual situação da rodovia que liga Botuverá a Vidal Ramos, e que até hoje não recebeu pavimentação e melhorias. Na oportunidade, o coordenador do Núcleo, Eduardo Barni, solicitou o apoio da Acibr neste pleito. Foi discutido se a fragmentação do projeto, com a pavimentação por etapas, seria uma alternativa mais viável para tirar a obra do papel.

Energia elétrica
Outra situação apresentada foram os problemas constantes de energia elétrica na cidade, o que traz prejuízos às empresas e à população. O prefeito frisou que está tentando agendar uma reunião em Florianópolis para discutir esses problemas e solicitar, mais uma vez, as melhorias necessárias. O presidente da Acibr ressaltou que os problemas com a questão da energia elétrica são recorrentes, não só de Botuverá, como também de Brusque e Guabiruba. Há impossibilidade inclusive das empresas aumentarem sua capacidade produtiva pela falta de disponibilidade de energia elétrica, sem falar da própria população que sofre com quedas frequentes.  

Comarca de Guabiruba
A possibilidade de Guabiruba sediar uma Comarca do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), também recebeu atenção dos participantes da reunião. O prefeito de Botuverá comentou que com a criação da nova comarca, o município seria atendido no local, e não mais dependeria de Brusque. Além disso, Colombi destacou que isso seria benéfico para os três municípios, diante da demanda cada vez maior de processos na Comarca de Brusque. A Acibr informou que será parceira na busca por esta melhoria, segundo Habitzreuter, já que em conversa com o próprio desembargador Carlos Alberto Civinski, foi informada de que Guabiruba tem plenas condições de abranger um fórum.  


Contrato
Recentemente, O Município noticiou que se discute no Judiciário a necessidade de que os municípios da região implantem um espaço para acolhimento de adolescentes de 12 a 18 anos, o que as prefeituras consideram equivocado, já que a demanda é baixa. Enquanto não há consenso, soluções paliativas são adotadas. No mês passado, o município de Brusque, por exemplo, firmou contrato com instituição de São José para atendimento da demanda local. O contrato é válido por 12 meses, e tem valor de R$ 142.288,08.


Humanização em saúde
O prefeito Jonas Paegle publicou na edição desta terça-feira, 14, do Diário Oficial do Município decretos no qual traz diversas regulamentações e estabelece, no município de Brusque, a Política Municipal de Educação Permanente em Saúde e Humanização. Para tratar do assunto no âmbito do governo, foi determinada a criação de um núcleo de trabalho formado por pessoas de 23 setores diferentes da prefeitura, com objetivo, entre outras coisas, de melhorar o atendimento e a qualificação dos profissionais que atuam na área.


Reunião sobre Casan
Na semana passada representantes da Agir – agência que regula os serviços de saneamento na região – reuniram-se com o prefeito de Botuverá, José Luiz Colombi, o Nene, na sede a prefeitura, e também com representantes da Casan, empresa concessionária do abastecimento de água no município. O objetivo do encontro foi a prestação de serviços pela estatal. O contrato de concessão expira em 2020 e é preciso que sejam feitas discussões sobre o início da implantação da coleta de esgoto sanitário no município.


Congelamento de salários
Sob protestos, os deputados estaduais catarinenses aprovaram, por 23 votos a 7, o projeto de lei, de autoria do poder Executivo, que limita o crescimento das despesas do governo estadual à variação da inflação pelo período de dois anos. A votação ocorreu na sessão desta terça-feira,14. Os contrários à proposta afirmam que ela vai congelar os gastos com áreas essenciais, como saúde, educação e segurança pública, pelo período de dois anos, além de provocar o achatamento dos salários dos servidores estaduais. Os favoráveis justificaram que a medida é necessária para evitar que Santa Catarina tenha, no curto e médio prazos, dificuldades, como as enfrentadas por Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, como atraso no pagamento de salários.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio