Nova equipe de robótica do Sesi Escola é apresentada

Grupo já tem desafio no próximo fim de semana, que será a etapa regional da FLL

Nova equipe de robótica do Sesi Escola é apresentada

Grupo já tem desafio no próximo fim de semana, que será a etapa regional da FLL

Tecnorob Evolution. Esse é o novo nome da equipe de robótica do Sesi Escola de Brusque, e que define a recente fase do grupo. A equipe evoluiu, apostando em novos integrantes e mantendo alguns dos jovens que fizeram história representando o município nas etapas internacionais do torneio de robótica First Lego League (FLL).

Os componentes, o técnico e os novos projetos foram apresentados na tarde desta terça-feira, 21. Será a quinta temporada da FLL a qual o Sesi Escola Brusque participará, novamente com o objetivo de participar da etapa internacional. Porém, primeiramente o elenco precisará avançar pela fase regional – que será realizada nesta sexta-feira, 24, em Joinville – e, em março, pela etapa nacional.

Apresentação
O novo técnico da equipe é Thiago Henrique, que explicou todos os passos dados até o momento. “Estamos há dois meses trabalhando nos projetos. Precisamos apresentar três itens, que são a entrega de um projeto de pesquisa, o desafio do robô e uma avaliação por trabalho em equipe”, diz.

Para a supervisora de educação do Sesi, Louise Dorow Caetano, o importante é a participação ativa dos alunos em todos os passos do projeto. “Foram eles que sugeriram as soluções para o projeto, eles que colocaram a mão na massa e também serão avaliados nos dias das provas”, explica.

O tema

Equipe participa neste fim de semana da etapa regional de competição de robótica. Foto: Cristóvão Vieira

A temporada 2017/2018 tem como tema a água. Com o nome de Hydro Dinamics, o desafio é encontrar soluções para problemas com os recursos hídricos. Todas as situações implementadas são baseadas em um conjunto de problemas do mundo real, os mesmos vivenciados por profissionais como cientistas e engenheiros.

O projeto de pesquisa, que já tem até protótipo, consiste na ideia de evitar o desperdício de água. “Nós criamos um sistema com detectores do fluxo de água, do ponto do abastecimento até a casa das pessoas. Se houver uma redução neste fluxo, o que significa vazamento, os responsáveis pela manutenção podem resolver o problema instantaneamente pois haveria um acompanhamento online, em tempo real. Os consumidores também saberiam do problema por meio de aplicativos de celular”, explicou Laura Sbardelatti, uma das alunas da equipe.

A competição
O First Lego League é um programa internacional de exploração científica, projetado para fazer com que crianças e jovens de nove a 16 anos se entusiasmem com ciência e tecnologia e adquiram habilidades valiosas de trabalho e de vida.

Criado em 1998 pela First, em parceria com o Grupo Lego, o torneio propõe que estudantes sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida, por meio da construção e programação de robôs feitos inteiramente com peças da tecnologia Lego Mindstorm.

Integrantes da Tecnorob Evolution

Mentor da equipe: Thiago Day
Técnico: Thiago Henrique
Alunos: Maria Fernanda Knihs, 11 anos; Arthur Gabriel Silveira Sophiatti, 14 anos; Arthur Carminati, 14 anos; Laura Sbardelatti, 12 anos; Julia Sbardelatti, 14 anos e Gustavo Osovski, 11 anos de idade
Supervisora: Louise Dorow Caetano

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio