Nova estação meteorológica deve ser montada em Brusque

Ciro Groh, que já tem equipamentos em sua residência no Rio Branco, comprou novos aparelhos da Espanha

Nova estação meteorológica deve ser montada em Brusque

Ciro Groh, que já tem equipamentos em sua residência no Rio Branco, comprou novos aparelhos da Espanha

Em breve, uma nova estação meteorológica deve ser montada em Brusque. Ciro Groh, que já possui em sua residência, no bairro Rio Branco, uma estação que mede a quantidade de chuva e a temperatura, adquiriu recentemente novos equipamentos para registrar com mais precisão os dados do clima no município. Os equipamentos foram comprados em um site especializado da Espanha, e devem chegar ao município em um mês.

Groh adquiriu uma estação meteorológica completa formada por um anemômetro, que mede a velocidade e direção do vento; um pluviômetro, que registra a quantidade de chuva; um termohigrômetro, que mede a temperatura e umidade do ar; e ainda o visor principal, que fica dentro de casa e é o responsável por armazenar todos os dados coletados.

“Todas as informações são enviadas pelos sensores externos ao equipamento principal, onde os dados ficam armazenados e vão diretamente para a página na internet”, explica.

A intenção de Groh é instalar os novos equipamentos em outro bairro de Brusque, no entanto, ainda não definiu a localização. “Estou fazendo por etapas. Primeiro, estou me dedicando a essa parte burocrática e depois, quando os equipamentos chegarem, vou avaliar qual a melhor localização para montá-la”, diz.

Groh adquiriu a nova estação com recursos próprios e destaca que é movido pela paixão em observar o tempo. “Meu sonho é montar uma rede de instalação na cidade. Mas o investimento para isso é muito alto. Tenho verdadeira paixão por meteorologia, por isso, decidi investir nesses novos equipamentos. Acredito que é importante registrar essas informações de um outro ponto da cidade, por isso, resolvi dar mais esse passo”.

Um ponto de registro em Guabiruba também é o interesse de Groh. “Guabiruba não tem nenhum equipamento que registre essas informações, por isso, me interesso muito em colocar um ponto lá, só me falta recursos”.

Groh destaca que optou pela compra do equipamento na Espanha devido ao alto custo do material no Brasil. “No país, o custo desses equipamentos ainda é muito alto. Por menos de R$ 3 mil é difícil encontrar uma estação com esta qualidade. Só um pluviômetro, custa R$ 750 aqui, por isso, é importante procurar em outros lugares”.

Ele ressalta ainda que irá avaliar com muita cautela onde vai montar o novo equipamento, já que é necessário um lugar de confiança e com pessoas de responsabilidade. “São informações muito sérias, por isso, os equipamentos precisam ser usados de forma prudente, para que as informações sejam repassadas da melhor forma possível”.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio