Nova tarifa do transporte coletivo começa a valer hoje

Passagem passou de R$ 2,80 para R$ 3,10; se utilizado o cartão eletrônico, valor cobrado é de R$ 3

Nova tarifa do transporte coletivo começa a valer hoje

Passagem passou de R$ 2,80 para R$ 3,10; se utilizado o cartão eletrônico, valor cobrado é de R$ 3

A partir de hoje, a tarifa de ônibus em Brusque passa a ser de R$ 3,10. O novo valor foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte Coletivo, e representa um reajuste de 10,7%. Inicialmente, o consórcio Nosso Brusque – formado pelas empresas Santa Terezinha e Santa Luzia – solicitava o valor de R$ 3,20, no entanto, o conselho negociou e aprovou os R$ 3,10.

“O valor que eles queriam representava um aumento de 14%, e mesmo ficando 19 meses sem reajuste, achamos que seria pesado. Por isso, aprovamos os R$ 3,10, que é um valor considerado justo, principalmente se comparado com outras cidades da região”, diz o secretário de Trânsito e Mobilidade (Setram) e presidente do Conselho, Paulo Sestrem.

De acordo com o diretor do consórcio, Arthur Klann, o ideal é que o reajuste da tarifa aconteça a cada 12 meses, no entanto, em Brusque, o reajuste não acontece há 19 meses. “O ideal é passar por reajuste anualmente, mas aqui estávamos há um bom tempo com a mesma tarifa e o valor estava defasado. Temos a planilha com todos os cálculos e com base nela conseguimos chegar a um valor compatível com o serviço disponibilizado”, diz.

Segundo ele, no cálculo do reajuste da tarifa vários pontos são levados em consideração. “Temos uma planilha que leva em conta os custos sobre o combustível, aumento da carroceria, chassi, pneu, recape, mão de obra, tudo isso influencia porque passa por reajuste anualmente”.

Para aprovar o reajuste, a empresa precisa enviar toda a documentação com o valor gasto com cada insumo e notas fiscais para a prefeitura. “Chegamos a um valor de R$ 3,20. A prefeitura faz todos os cálculos também, e então chegou-se ao valor de R$ 3,10. Levamos para o conselho e foi aprovado este valor”.

Os passageiros que comprarem a passagem antecipada através do sistema de bilhetagem eletrônico terão um desconto de R$ 0,10. “Optamos por continuar com a tarifa diferenciada para incentivar cada vez mais o uso do cartão. Com o cartão, o valor da tarifa fica R$ 3, já nas passagens pagas em dinheiro direto no ônibus o valor será R$ 3,10. A bilhetagem eletrônica torna o embarque mais rápido e ainda contribui para a segurança”, destaca.
Cerca de 230 mil passageiros utilizam o transporte coletivo em Brusque todos os meses. Desses, 65% usam o sistema eletrônico, e 35% ainda pagam o valor em dinheiro. Klann ressalta que mesmo com o reajuste, a tarifa de Brusque é a menor da região. “Fizemos essa comparação e ainda temos o menor valor. É um valor acessível de mercado”, diz.

Tarifas na região – modalidade Passagem Embarcada (em dinheiro)

Blumenau – R$ 3,30
Itajaí – R$ 3,30
Gaspar – R$ 3,25
Balneário Camboriú – R$ 3,15
Brusque – R$ 3,10

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio