Novo presidente da OAB Brusque quer mais união dos advogados

Renato Munhoz e Eduardo Koerich Decker serão empossados, oficialmente, dia 1º de janeiro

Novo presidente da OAB Brusque quer mais união dos advogados

Renato Munhoz e Eduardo Koerich Decker serão empossados, oficialmente, dia 1º de janeiro

Renato Munhoz e Eduardo Koerich Decker assumem no dia 1º de janeiro de 2016 os cargos de presidente e vice-presidente, respectivamente, da subseção de Brusque da Ordem dos Advogados de Brusque (OAB). A cerimônia oficial ocorrerá mais à frente, em data a ser definida.
Munhoz é natural de Rio Negro (PR) e está em Brusque desde 2004, sempre atuando como advogado. Ele é formado pela Universidade Regional de Blumenau (Furb) e tem pós-graduações em Direito Processual Civil e em Direito Empresarial e um MBA em Negócios Imobiliários. Munhoz é vice-presidente na gestão que termina em dezembro.

Já Decker, vice-presidente eleito, é natural de Brusque e se formou no Centro Universitário de Brusque (Unifebe). Ele atua desde 2003 como advogado, tem duas pós-graduações em Direito do Trabalho e faz parte das diretorias da Ordem no município há seis anos. Na gestão atual, é secretário.

A dupla de jovens advogados – Munhoz tem 36 anos e Decker, 35 – coloca a união da categoria brusquense como uma das principais bandeiras, juntamente com a defesa dos advogados frente à Justiça. Confira a seguir a entrevista com novos comandantes da OAB de Brusque.


Prognóstico

“A ideia é dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Paulo [Piva, atual presidente]. Há nove anos, houve uma divisão na nossa subseção e se criou dois grupos, o que acabou inviabilizando uma série de coisas. Exemplo claro foi que a gestão anterior da seccional de Santa Catarina não direcionou recursos para terminar a nossa sede, também não apoiou a elevação da entrância [status da Comarca de Brusque, hoje, entrância especial], enfim, agiu com politicagem em relação à nossa subseção.

Esta situação foi mudada já na gestão do doutor Ricardo Viana Hoffmann e foi bastante intensificada na gestão do doutor Paulo Piva. Ele fez um trabalho muito intenso no sentido de unir os advogados novamente. Nós temos como mote da nossa gestão consolidar esta união. Com isso, traremos uma série de benefícios para a subseção, sem politicagem na seccional, e com o doutor Marcus Antônio Luiz da Silva, o Marcão, que vai presidir a Caixa de Assistência dos Advogados na próxima gestão.

Nós vemos que a seccional retomou os tempos áureos da OAB, atuando exclusivamente em prol da advocacia. Não existe mais o que se via até pouco tempo atrás, de trampolim político, interesses pessoais com a OAB. Isso foi totalmente afastado por esta gestão que está se encerrando na OAB-SC. Isso se refletiu aqui, tivemos a nossa sede terminada, tivemos apoio incondicional para a elevação da entrância da Comarca e tivemos a instalação da 2ª Vara do Trabalho e a conferência estadual também foi realizada em Brusque. Além disso, tivemos apoio na manutenção de magistrados em Brusque. Por vezes, ficamos alguns meses sem magistrados, e a OAB nos auxiliou incondicionalmente no sentido de providenciar o mais rápido possível a instalação de juízes substitutos”.


Maior objetivo

“A nossa principal bandeira é estabelecer um contato com o poder Judiciário no sentido de agilizar situações para dirimir o problema da morosidade. Hoje, o Judiciário anda muito moroso, e entendemos que temos que verificar uma série de situações para dirimir estes problemas. A nossa chapa já se reuniu por algumas oportunidades, e eu diria que este é o principal desafio: em conjunto de esforços com o Judiciário trazer mais celeridade às demandas judiciais”.


Defesa da categoria

“Também temos como objetivo o respeito e a defesa das prerrogativas dos advogados. Em Brusque, nós sempre fomos uma comarca muito unida. Os nossos colegas sempre agiram com muito respeito, e os juízes, o Ministério Público e os serventuários também sempre nos trataram com bastante cordialidade. Porém, lamentavelmente, temos nos deparado, nos últimos tempos, com certo desmando por alguns membros do poder Judiciário, MP e servidores. A maioria dos magistrados, promotores e servidores são pessoas louváveis, mas alguns destes órgãos não nos respeitam. Então, na nossa gestão vamos agir com bastante incisividade no que tange a esta falta de respeito que está sendo perpetrada contra os advogados”.


Capacitações

“Temos o objetivo de multiplicar os cursos da ESA [Escola Superior em Advocacia] em Brusque. Até 30 dias atrás, não tínhamos um local adequado para estes cursos, que é a nossa sede. Ela foi reaberta em outubro totalmente aparelhada para viabilizar a realização destes cursos para aprimorar a capacidade intelectual dos nossos advogados. Também vamos intensificar a participação dos advogados junto à Ordem dos Advogados de Brusque. Para que participem de assembleias e discussões e da direção da OAB mais efetivamente”.


Atenção a Guabiruba e Botuverá

“Na atual gestão, existem advogados de Guabiruba, e nesta em que fomos eleitos, também. A doutora Daniela Winter faz parte. Nos preocupamos com esta questão e Botuverá também. Já houve, inclusive, manifestação no sentido de criar uma subseção em Guabiruba, mas ainda não temos um número suficiente de advogados lá pra fazer a instalação. Tratamos todos como se fosse de Brusque. Os anseios deles são, na medida do possível, atendidos da mesma forma”.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio