Número de casos de caxumba aumenta em Brusque

Em média, são informados cerca de 70 casos por mês da doença à vigilância epidemiológica do município

  • Por Redação
  • 13:32
  • Atualizado às 17:14

Número de casos de caxumba aumenta em Brusque

Em média, são informados cerca de 70 casos por mês da doença à vigilância epidemiológica do município

  • Por Redação
  • 13:32
  • Atualizado às 17:14
  • +A-A

Desde o mês de maio deste ano a Vigilância Epidemiológica de Brusque percebeu um aumento no número de casos de caxumba, principalmente na população adulta. Por este motivo a pasta solicita que as pessoas procurem uma Unidade Básica de Saúde para que sejam imunizadas contra a doença.

Em média, são informados cerca de 70 casos por mês da doença à vigilância. A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Natália Cabral Marchi, explica que com a chegada da primavera e o clima úmido ajudam a propagar vírus. “Por isso as pessoas precisam tomar cuidado e prevenir-se, pois há vacina para caxumba e não há motivo para haver tantos casos da doença”.

Para ser imunizado, basta procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) com sala de vacina e pedir pela vacina tríplice viral, a VTV, que previne contra sarampo, caxumba e rubéola. “Pedimos que os adultos, principalmente com idade entre 20 e 50 anos, procurem pela vacina”

Para receber a vacina é necessário ter em mãos o cartão do SUS e um documento de identidade. É importante levar a caderneta de vacinação, mas não é obrigatório. “É melhor levar a caderneta para ver se há alguma outra vacina faltando, ou mesmo se a pessoa já foi imunizada contra caxumba, mas se não tiver não tem problema, o importante é a prevenção”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio