Número de contratações em SC cai 18% em março

Para Fecomércio-SC, resultado está vinculado à desaceleração da economia brasileira

Número de contratações em SC cai 18% em março

Para Fecomércio-SC, resultado está vinculado à desaceleração da economia brasileira

O número de novos empregos formais em março de 2013 no Estado caiu 18,1% em relação ao ano passado, segundo dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE). Foram criadas 7.983 novas vagas, contra 9.751 em 2012.

Os principais setores responsáveis pelo incremento de novas vagas em Santa Catarina foram a indústria de transformação (7.246), os serviços (2.469) e o comércio (1.589).

Para a Federação de Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio-SC), a moderação nas contratações de novos trabalhadores está totalmente vinculada à desaceleração da economia brasileira, que ainda vive um período de baixo crescimento. Assim, se por um lado a economia não cresce, por outro os ganhos salariais continuam fortes, o que vem inibindo novas contratações por parte dos empresários.

Na avaliação da Federação, o cenário para os próximos meses é o mesmo, já que mesmo que a economia cresça durante o ano, é muito improvável que a força deste crescimento seja grande o suficiente para novamente gerar os expressivos saldos de contratações de anos anteriores.

No Brasil, foram criados 112.450 novos empregos formais em março no Brasil. O resultado é praticamente o mesmo de março de 2012, onde haviam sido geradas 111.746 novas vagas, ou seja, crescimento de apenas 0,6% na comparação anual.



Fonte: Fecomércio-SC
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio