Número de declarações do Imposto de Renda na região supera expectativa

Em Brusque, o crescimento nas declarações à Receita Federal foi de 3,7%

Número de declarações do Imposto de Renda na região supera expectativa

Em Brusque, o crescimento nas declarações à Receita Federal foi de 3,7%

Mais de 22 mil moradores de Brusque declararam o Imposto de Renda 2016 (ano-base 2015). O número representa crescimento de 3,7% de declarações em relação ao ano passado e também a superação da arrecadação prevista pela Receita Federal de Brusque.

O órgão projetava receber 22.273 declarações neste ano. No entanto, recebeu 241 a mais.

Assim como Brusque, os municípios de Botuverá e de Guabiruba também superaram a expectativa da Receita. Em Guabiruba, a projeção era receber 3.125 declarações até o prazo final de recebimento – 29 de abril. Porém, 3.223 moradores declararam – 98 a mais. O município também registrou crescimento no número de declarações em relação ao ano passado: 5,8%.

Seguindo o mesmo cenário, Botuverá também teve aumento de 2015 a 2016. No município, o crescimento chegou a 5,1%. Já em relação a expectativa de arrecadação da Receita Federal, Botuverá teve acréscimo de 16 declarações – dos 644 projetados, 660 declararam.

Para a chefe da agência da Receita Federal em Brusque, Rosemari Glatz, o motivo da arrecadação superior ao previsto está atrelado à economia diferenciada da região. Aqui, afirma ela, a economia continua crescendo, apesar da crise que se instalou no país.

“O que eu tenho acompanhado aqui nas empresas é que de forma geral não temos tido demissões. Temos exceções, mas a maioria está tentando de alguma forma se reequilibrar, se reposicionar no mercado. Uma empresa que, por exemplo, considerou demitir ou dar férias, não fez. Segurou, tinha caixa e aos poucos começa a se recompor”, diz.

A exportação também influencia positivamente para o crescimento e para a manutenção da situação econômica das empresas da região, avalia Rosemari. Segundo ela, a elevação do dólar também faz com que as empresas consigam competir com os preços da China.

“Pegando o segmento da confecção, se antes algumas empresas não conseguiam competir com produtos que vinham da China, por exemplo, com a elevação do dólar esse preço da China não é mais atraente e faz com que você comece a aumentar a produção interna. Nosso grande problema hoje nacional é uma retranca no consumo. Está todo mundo se segurando. Mas as nossas empresas aqui, no geral, estão bem, apesar de algumas exceções”, diz.

Santa Catarina

Assim como os três municípios da região, o estado também registrou crescimento no número de declarações deste ano em comparação ao ano passado. No ano passado, foram recebidas 27,896 mil e, neste ano, 27,960 mil – aumento de 3%.


Quem ainda não declarou

Os contribuintes que não declararam o Imposto de Renda 2016 no prazo terão de pagar multa de R$ 165,74 ou 1% do imposto devido por mês de atraso, prevalecendo o maior valor. Para declarar, basta acessar o site da Receita Federal (idg.receita.fazenda.gov.br) e baixar o mesmo programa das declarações realizadas no prazo. Também no site da Receita é possível verificar se os dados declarados estão corretos e, caso estejam incorretos, é possível retificá-los.

20160512-4

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio