Prancheta - Cristóvão Vieira

cristovao@omunicipio.com.br

O barco furado que virou a Copa Santa Catarina

Coluna comenta a desistência do Almirante Barroso da copinha e como deve ficar a nova fórmula da competição

Prancheta - Cristóvão Vieira

cristovao@omunicipio.com.br

O barco furado que virou a Copa Santa Catarina

Barco furado FOTO: BRUSQUE PRANCHETA Clubes terão de jogar turno e returno, e os campeões de cada fase fazem uma decisão Lucas Gabriel Cardoso / BFC Foto: MEMÓRIA DO ESPORTE Pedro Zucco Neto / Arquivo O Município

Prancheta - Cristóvão Vieira

Atenção, tripulantes! O Almirante Barroso abandonou o navio da Copa Santa Catarina, que já estava mais para um barquinho, com apenas cinco componentes. Agora, com quatro, virou uma jangada um tanto quanto sem rumo. Tubarão, Marreco, Leão Baio e Coelho tentam tapar os buracos da embarcação antes que naufrague de uma vez por todas.

Nos bastidores, alguns entusiastas do Bruscão pedem para que o marujo realize um motim, uma sabotagem. Faz sentido: com apenas três equipes, a Copinha não poderia mais valer vaga na Copa do Brasil, e esta vaga, portanto seria herdada ao quarto colocado do Campeonato Catarinense – no caso, o próprio Brusque.

Mas a Federação Catarinense de Futebol (FCF) já tomou seus cuidados para que isso não aconteça. Caso haja desistência de mais um participante, outro clube, dos que não demonstraram interesse em participar, entra no barco. A princípio, o Avaí tomaria o lugar do Brusque na competição. Neste caso, a desistência seria jogar fora a chance de disputar a Copa.

Seja o desafio que for, o Brusque está preparado para encarar. O time entra como um dos favoritos ao título e a torcida já está ansiosa para rever o quadricolor em campo. Se o Almirante largou o navio, está na hora do Marreco assumir o timão, ser o capitão e conduzir sua equipe ao tetracampeonato da Copinha.

Nova fórmula

Clubes terão de jogar turno e returno, e os campeões de cada fase fazem uma decisão. Foto: Lucas Gabriel Cardoso / BFC

Com a desistência do Barroso, a Copa Santa Catarina precisou mudar de fórmula. Afinal de contas, não faria sentido quatro equipes jogarem para, no fim das contas, dar vagas nas semifinais para todas. Ao que tudo indica, a competição terá turno e returno, e os campeões dos dois turnos farão uma final. No entanto, muita coisa ainda precisa ser confirmada pela FCF.

Metrusquinho duplamente vencido
O Brusque venceu o Metropolitano nas duas categorias do Campeonato Catarinense de base no último fim de semana, com ambas as partidas realizadas no CT Rolf Erbe. Pelo Infantil, a vitória foi por 2 a 0, e pelo Juvenil, por 2 a 1. Dá moral para que o time siga bem na competição que ainda conta com seis rodadas antes das semifinais.

Basquete de ponta a ponta
O trabalho da AD Brusque vem rendendo frutos desde a base até o profissional. Depois do título da Copa Santa Catarina, o time adulto já fez duas partidas impecáveis no Campeonato Catarinense, lutando pelo bicampeonato consecutivo. Já no Sub-13, a equipe obteve a excelente terceira posição no estadual. É assim que se faz!

O retorno de Carlos Renaux e Paysandú
A possível volta da dupla brusquense Carlos Renaux e Paysandú não pode ser tratada com a mesma realidade. Enquanto o planejamento do Vovô já está avançado e apenas detalhes ainda impedem a reativação do time, o alviverde ainda procura parceria para conseguir um elenco e, só diante desta certeza, correr atrás da burocracia que é voltar ao profissional. De qualquer forma, o clássico municipal nunca esteve tão perto de retornar.

Brusque e o judô

Foto: Pedro Zucco Neto / Arquivo O Município

Uma das modalidades que mais prospera em Brusque, embora enfrente dificuldades para seguir existindo, é o judô. A arte marcial ganhou seu espaço no município nas últimas décadas e os atletas da prática seguem representando o município nas mais diferentes competições. No registro de dez anos atrás, os atletas entram em combate na Copa de Judô Cidade de Brusque.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio