O Bicentenário da Independência do Brasil

Paulo Vendelino Kons, historiador e idealizador do Ciclo Brusquense de Conferências Magnas Temáticas

O Bicentenário da Independência do Brasil

Paulo Vendelino Kons, historiador e idealizador do Ciclo Brusquense de Conferências Magnas Temáticas

Artigos

“(…) Temos enormes potencialidades e enormes desigualdades. Precisamos retomar o hábito de pensar pela nossa cabeça qual o modelo que mais nos convém”. Celso Furtado, maio de 1997.

Dar a devida importância a datas comemorativas, como a efeméride do Bicentenário da Independência do Brasil, gera grande potencial de mobilização de forças criativas vitais à reafirmação da nacionalidade e ao desenvolvimento de novos projetos. E celebração à altura desse acontecimento vai permitir não apenas uma reflexão sobre o passado, mas a possibilidade de reformulação do futuro.

A efeméride do Bicentenário da Independência do Brasil e da fundação do Império congrega as forças vivas brusquenses na organização do Ciclo Brusquense de Conferências Magnas Temáticas, de 2016 a 2022. Dentre outras organizações, a Casa de Brusque, o Instituto Aldo Krieger (IAK), a Associação Empresarial de Brusque (Acibr), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e as igrejas ofertam gratuitamente um ciclo de sete Conferências Magnas Temáticas, marcando cada ano que falta para o Bicentenário.

A Conferência Magna inaugural foi ministrada por Dom Bertrand de Orleans e Bragança, sob o tema A Monarquia na construção do Brasil independente, às 19h do dia 14 de novembro de 2016, no Teatro do Centro Empresarial, Cultural e Social de Brusque (Cescb).

No mesmo local e horário será proferida a Conferência Magna Educação, Prioridade Nacional: Um Imperativo!, no dia 18 de setembro, pelo senador e professor Cristovam Buarque.

Nos próximos anos teremos como temas: Fé e Cultura (2018), Desenvolvimento Sustentável (2019), A Arte da Política e da Administração (2020), Aldeia Global, Nossa Casa Comum! (2021) e Desafios e Perspectivas para o Brasil (2022).

Assim, oportunizamos uma profunda reflexão sobre a trajetória histórica dos 200 anos do Brasil independente, para que os brusquenses repensem a formação do país e de suas instituições e reflitam sobre os percursos e percalços ocorridos ao longo dos séculos. Trata-se de oportunidade singular para discutir um projeto estratégico de nação.

Queira Deus que o Bicentenário seja uma ocasião para reafirmar o compromisso com a democracia, por meio do diálogo, e da busca incansável pela paz, para construirmos juntos um Brasil fraterno e justo.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio