O que pode levar a tendinite do ombro?

O que pode levar a tendinite do ombro?

Artigos
  • Por Artigos
  • 25/10/2018
  • 17:03
  • +A-A

Por Beatriz Immianowsky e Eduarda Bianca Testoni
Acadêmicas de Fisioterapia da Universidade do Vale do Itajaí – Univali

O ombro é uma articulação complexa, com grande número de músculos e ligamentos e está sujeita a diversos tipos de lesões devido a sua instabilidade e a quantidade de movimentos que é capaz de realizar. A tendinite é uma inflamação de algum tendão muscular, causadora de dor e limitação funcional, especialmente na realização de atividades com elevação do braço.

As lesões por uso excessivo do ombro e/ou errôneo são frequentes tanto em homens quanto em mulheres e podem ter muitas causas, como a má adaptação aos estresses repetitivos gerados pela execução de determinadas atividades, postura incorreta, desequilíbrio muscular, diminuição da vascularização dos tendões. Todos esses fatores podem ocasionar lesões em muitas estruturas do ombro, podendo gerar assim, afastamentodo trabalho.

Pode-se afirmar que estes distúrbios são diretamente influenciados por fatores biomecânicos relacionados ao trabalho, como: movimentos que incluem dobrar ou abrir o braço por tempo prolongado, vibrações, postura mantida por longos períodos ou com levantamento de peso, além da associação entre os distúrbios do ombro e os fatores psicossociais como estresse, longas jornadas de trabalho, e período de descanso insatisfatório.

As pessoas acometidas por essas lesões podem apresentar limitações ou incapacidade para realização de muitas tarefas cotidianas, trazendo complicações não apenas físicas, mas também emocionais e socioeconômicas.

Para melhorar essa condição, a Fisioterapia, com a utilização de seus recursos terapêuticos visa proporcionar um alívio dos sintomas, buscando restabelecer a função normal do ombro. Dentre algumas orientações para prevenir as disfunções no ombro, estão: em casos de trabalhos manuais repetitivos por longos períodos tempo, dar pausas a cada duas horas, por pelo menos 5 minutos, realizando pequenos alongamentos, como se espreguiçar e fazer movimentos circulares com os ombros; carregar menos peso durante o dia; evitar um posicionamento no qual os braços e ombros encontram-se rodados para frente e procurar sentar em posição ereta.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio