Obra da rua Nova Trento deve ser reiniciada nesta semana

Primeiro serão construídas as calçadas para, depois, a equipe dar prosseguimento à pavimentação

Obra da rua Nova Trento deve ser reiniciada nesta semana

Primeiro serão construídas as calçadas para, depois, a equipe dar prosseguimento à pavimentação

A primeira camada da pavimentação asfáltica apresentou buracos em alguns trechos da via / Foto: Juliana Eichwald
A primeira camada da pavimentação asfáltica apresentou buracos em alguns trechos da via / Foto: Juliana Eichwald

Paralisadas desde o fim do ano passado por problemas entre a prefeitura e a empresa responsável pela execução, as obras da Rua Nova Trento, via que liga os bairros Primeiro de Maio e Azambuja, devem ser retomadas ainda nesta semana. Pelo menos é o que prevê o secretário de Obras, Miguel Comandoli.

Os serviços de drenagem, com a colocação da tubulação, estão concluídos. Ainda restam, porém, a camada final da pavimentação asfáltica, a colocação das novas calçadas e a sinalização da via.

De acordo com a Secretaria de Comunicação, a prefeitura aguarda o recebimento do material de construção para dar continuidade às calçadas – primeira etapa do reinício das obras e que tem previsão de término para março.

Apenas após a conclusão dessa fase, a equipe segue para a pavimentação da última capa asfáltica ao longo da via.

Moradores no aguardo

Os moradores da rua reivindicam pela conclusão da obra, que está paralisada desde o fim do ano passado / Foto: Juliana Eichwald
Os moradores da rua reivindicam pela conclusão da obra, que está paralisada desde o fim do ano passado / Foto: Juliana Eichwald

Na segunda-feira, 15, a reportagem esteve na rua Nova Trento e constatou irregularidades na primeira camada asfáltica da via. O problema é enaltecido pelos moradores do local, que reclamam também sobre a velocidade dos veículos que passam pela via e sobre a demora na conclusão da obra.

Maiquel Júnior Cesari é proprietário de um mercado de utilidades localizado na rua. Ele diz que os veículos “voam” sobre a via em decorrência da falta de sinalizações. A prática gera mais apreensão, afirma ele, devido ao número de crianças que brincam na rua.

Também proprietário de um estabelecimento fixado na rua, Ademir Roden destaca outros problemas relacionados à rua. Ele protesta, sobretudo, em relação à demora na conclusão.

“Até o ano passado eu era presidente da associação de moradores e sempre reivindicava respostas da prefeitura, mas nunca conseguia. Nós queremos saber o que é feito com o dinheiro da obra, que demora tanto para acabar”, diz.

Valor do contrato

O investimento para as obras na Rua Nova Trento é oriundo de convênio com o Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) – R$ 2,2 milhões são recursos do Fundam e R$ 622 mil são recursos próprios da Prefeitura de Brusque. Do total, R$ 1,9 milhão é destinado à pavimentação e drenagem da rua Nova Trento. O restante foi utilizado para a colocação de calçadas na rua Azambuja.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio