Obra de revitalização da SC-108 não possui sequer projeto

Sete meses depois de aprovada pela Alesc, a obra continua só na conversa

Obra de revitalização da SC-108 não possui sequer projeto

Sete meses depois de aprovada pela Alesc, a obra continua só na conversa

Apesar de ter sido incluída na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do governo do estado para 2015, a obra de revitalização da rodovia Gentil Batistti Archer, a SC-108 que liga Brusque a São João Batista, está longe de virar realidade. Segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Jones Bosio, há tratativas com a Secretaria de Estado de Infraestrutura, mas ainda não existe projeto.

Bosio, que acabou de ser reconduzido no cargo à frente da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR), reuniu-se com o secretário de estado de Infraestrutura, João Carlos Eckert, na segunda-feira, 9, para tratar deste e outros assuntos. “Esta é uma antiga bandeira minha e eu já repassei o meu desejo para o secretário João Carlos”, afirma o secretário.

Segundo Bosio, o governador Raimundo Colombo está ciente da situação. “A princípio, o que existe é um pedido oficializado pelo governador para que a Secretaria de Estado de Infraestrutura faça um estudo sobre a viabilidade”, afirma. Na edição do dia 30 de julho de 2014, o jornal Município Dia a Dia veiculou matéria sobre a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Nela, o secretário disse que também não havia projeto para a SC-108, nem previsão de custos ou prazo para execução, ou seja, nos últimos sete meses a solicitação não andou no governo do estado.

Sem que a obra de revitalização – que incluiria uma terceira faixa – evolua no labirinto burocrático governamental, Bosio acredita que somente com a intervenção do governador o processo poderá engrenar. “Esta obra tem prioridade, mas sem intervenção do governador não vai funcionar”, diz. A razão para isso é que o governo do estado já está fazendo outros investimentos na região de Brusque, como a duplicação da rodovia Antônio Heil e a barragem de Botuverá, na avaliação do representante do governo estadual.
Mais segurança

De acordo com dados da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), em todo o ano de 2014 foram registrados 41 acidentes na SC-108, entre São João Batista e Brusque. Uma pessoa morreu e 30 ficaram feridas nas colisões.

O sargento Marcelo Vieira Ramos, comandante do posto de Gaspar da PMRv, responsável pela fiscalização da SC-408, diz que o perfil da rodovia Gentil Batistti Archer é de trânsito intenso de caminhões, por isso uma terceira pista – que estará incluída na reurbanização da via – seria importante. O papel de mais uma faixa é justamente para que veículos pesados possam andar à direita na serra, pois eles alcançam velocidade menor, e assim dar passagem para os carros e motos.

“A terceira pista possibilita um trânsito mais livre e melhora o fluxo de veículos. E também tem um ganho em segurança, porque com a velocidade mais lenta, alguns motoristas de carros menores tentam ultrapassagens indevidas, que podem causar acidentes”, afirma o sargento Vieira Ramos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio