Obras de macrodrenagem no Nova Brasília serão retomadas no início de outubro

Ordem de serviço foi entregue à nova empresa vencedora da licitação na sexta-feira, 29

Obras de macrodrenagem no Nova Brasília serão retomadas no início de outubro

Ordem de serviço foi entregue à nova empresa vencedora da licitação na sexta-feira, 29

A Prefeitura de Brusque entregou na tarde desta sexta-feira, 29, a ordem de serviço para a empresa Freedom Engenharia e Construção, para dar continuidade às obras de macrodrenagem no bairro Nova Brasília, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A partir da data, a empresa tem cinco dias para iniciar os trabalhos no local.

A solenidade ocorreu no gabinete do prefeito Jonas Paegle, na presença de representantes da empresa, de Blumenau. A obra foi licitada no valor de R$ 2.578.169,18 e deverá ficar pronta em cinco meses.

O representante da Freedom, Luciano Thiesen, conta que é a primeira vez que a empresa trabalha em Brusque, mas garante que tem experiência em realizar esse tipo de serviço.

Como é uma obra inacabada, ele informa que será necessário no primeiro momento fazer um levantamento cadastral para ver se o que está feito é o que está no projeto, ou se haverá necessidade de readequação. “Nossa expectativa é de que até dezembro consigamos finalizar, pelo menos a parte que é mais afetada pelas chuvas”, garante.

A ordem de serviço contempla a macrodrenagem nas ruas Osvaldo Niebuhr, Ivandro Bruns, Joaquim Zucco, no bairro Nova Brasília e rua Padre Lux, no Azambuja.

A diretora do Departamento Geral de Infraestrutura (DGI), Andrea Volkmann explica que, num primeiro momento, a empresa precisará contratar as chapas de aço para montagem do túnel liner, travessia subterrânea que permite não quebrar o asfalto e interromper o trânsito.

Assim que o material chegar, a Freedom tem dois meses para terminar o túnel e os outros três para executar as galerias faltantes. “Deu para sentir confiança na empresa, pois tem bastante acervo nessa área. Creio que ela veio para Brusque mostrar como se faz uma obra com qualidade e deixar a população e todos nós mais tranquilos”.

Ela acrescenta que o DGI tem a responsabilidade de fiscalizar toda a obra e acompanhar a execução do projeto.

O vice-prefeito Ari Vequi acredita que a aproximação da empresa, por ser catarinense, beneficiará na execução dos trabalhos.

“Estava muito preocupado desde o início do ano, quando tivemos o problema de enxurradas, mas felizmente em julho tivemos a solução, com o encerramento do contrato com a empresa Catedral e a possibilidade de licitar novamente a obra”.

Próximos passos
Para a conclusão da obra de macrodrenagem no bairro Azambuja resta apenas a execução de 41 metros de canal extravasor nas proximidades da rua Padre Lux.

No bairro Nova Brasília, os serviços devem iniciar na rua Joaquim Zucco, com a implantação de 638 metros de tubos de 1,5 metro de diâmetro. Além disso, a empresa fará o assentamento de 41 metros de galerias de 2×2 metros, ao longo da rua Osvaldo Niebuhr.

Ainda na mesma via está prevista a construção dos últimos 58 metros do túnel liner de 2,6 metros de diâmetro. Os trabalhos estarão finalizados pela empresa com a implantação de 48 metros do túnel liner de 1,6 metro, na rua Ivandro Bruns.

Como acabamento das ações, a Secretaria de Obras fará a confecção das bocas de lobo e repavimentação nos trechos que receberão as intervenções.

Rompimento de contrato
O vice-prefeito afirma que, na próxima semana, a Catedral, antiga empresa responsável pela obra, deve romper o contrato que mantém com a prefeitura nas obras das ruas João Heil e Oswaldo Heil, no Nova Brasília.

“Estamos conversando para que rompam o contrato amigavelmente, pois demonstraram não ter capacidade para continuar a obra. Queremos o mais rápido possível fazer uma nova licitação”, informa.

Além disso, ele espera que a mesma empresa também desista da obra do bairro Primeiro de Maio, onde foi feito apenas 192 metros de extensão.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio