Observatório Social de Brusque forma comissões técnicas de saúde e obras

Voluntários acompanharão poder público, fazendo análises, pareceres técnicos e propondo ações

Observatório Social de Brusque forma comissões técnicas de saúde e obras

Voluntários acompanharão poder público, fazendo análises, pareceres técnicos e propondo ações

O Observatório Social de Brusque e Região (OSBr) formalizou na sexta-feira, 2, a Comissão de Acompanhamento da Saúde (Coasa), que irá monitorar a área de saúde do município, trabalhar com dados públicos, elaborar relatórios e indicadores de desempenho e sugerir propostas ao poder público. Nove voluntários com formação ou atuação na área participam da comissão, que se reúne quinzenalmente.

Entre as principais ações na saúde, a Coasa pretende visitar aleatoriamente os postos de saúde, entrevistar a população atendida, verificar a estrutura física do local e conversar com os funcionários públicos. “Isto tudo é com o intuito de levantar pontos que possam ser melhorados para o cidadão”, conta o consultor do observatório, Claudemir Marcolla.

“Já fizemos uma primeira reunião. Temos que contribuir com a auditoria, a fiscalização e a validação de estratégias, englobando toda a saúde, mas com foco, claro, na saúde pública. É a função do observatório”, destaca o assessor administrativo do programa de saúde da Unifebe, Luciano Hausmann. A Unifebe terá representação e participação na comissão.

Na fase inicial, as comissões procuram auxílio para padronizar suas ações tecnicamente. Além da Coasa, a Comissão de Engenharia e Obras também será aberta ainda em março, e fará a análise e pareceres técnicos de obras e editais. “O conhecimento de um engenheiro civil para detalhes de um edital é muito importante”, destaca Marcolla.

A Comissão de Engenharia e Obras também irá trabalhar na divulgação das informações dos editais, como orçamento, prazo e empresa licitada para a população das ruas próximas às obras públicas. O objetivo é incentivar a fiscalização por parte dos cidadãos, e chamar a atenção para o canal de denúncia do Observatório Social de Brusque e Região, onde é possível comunicar irregularidades e pontos de preocupação em relação às obras.

A ideia do Observatório é montar comissões em outras áreas, como educação, legislação, licitações, comunicação e educação fiscal e cidadã. “Teremos oportunidade para diversos profissionais se aproximarem do Observatório e contribuírem para um futuro melhor.”

“Estamos bastante otimistas, já informamos o poder público, que viu com bons olhos a atuação das comissões”, conclui Marcolla.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio