Observatório Social de Brusque sugere que Câmara reveja decisão de instalar TV

Entidade encaminhou ofício ao presidente da Casa, alertando sobre alto custo de uma emissora aberta

Observatório Social de Brusque sugere que Câmara reveja decisão de instalar TV

Entidade encaminhou ofício ao presidente da Casa, alertando sobre alto custo de uma emissora aberta

Após tomar conhecimento pela imprensa de que a Câmara de Vereadores de Brusque pretende instalar uma TV Legislativa, o Observatório Social de Brusque (OSBr), encaminhou ofício ao presidente da Casa, Jean Pirola, no dia 10 de agosto, pedindo que reveja tal intenção.

De acordo com o documento, Observatórios Sociais de outros municípios brasileiros, que possuem TV Câmara, manifestaram indignação diante da pouca utilidade e do gasto elevado que uma emissora representa ao mesmo tempo em que existem mídias menos onerosas e com efeito muito mais efetivo, sendo um exemplo, o modelo da web tv utilizado atualmente pelo legislativo brusquense.

“Seria retrocesso investir em algo que vem perdendo espaço para as mídias digitais. Por isso, esperamos que o presidente da Câmara reavalie a sua ideia, pois diante da crise que estamos vivendo, da falta de recursos para a saúde, segurança e educação, é inviável investir em algo que não atenda a uma demanda de maior importância para a população”, afirma o diretor-executivo do OSBr, Evandro Gevaerd.

Profissionais qualificados
O documento sugere ainda que a presidência avalie a possibilidade de substituir funcionários comissionados que não possuem qualificação técnica para exercer funções na área de comunicação, por profissionais formados e qualificados da imprensa, que somados a outros profissionais da Casa, poderiam implementar ações simples, mas eficazes para divulgar os atos da Câmara que sejam de interesse público.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio