Oito escolas estão em reformas em Brusque

Além das reformas, mais dois Centros de Educação Infantil estão sendo construídos com prazo de conclusão para 2015

Oito escolas estão em reformas em Brusque

Além das reformas, mais dois Centros de Educação Infantil estão sendo construídos com prazo de conclusão para 2015

Oito escolas da rede municipal de ensino estão passando por reforma e manutenção. O Departamento Geral de Infraestrutura (DGI) é o setor responsável por coordenar as obras. De acordo com o diretor do departamento, Artur Antunes Pereira, a maioria dos espaços está passando por adequações para se tornarem mais acessíveis. “Algumas são reformas maiores, outras, são apenas manutenção e adequação para tornar a estrutura melhor para professores e alunos”, diz.

A maioria das obras está sendo executada por uma equipe do DGI, responsável pela manutenção dos espaços educacionais de Brusque. “Como a maior parte das obras está sendo executada com as aulas acontecendo, o ritmo é um pouco mais lento do que deveria ser para não prejudicar os alunos. Mesmo assim, estamos tendo resultados positivos e até o fim deste ano, pretendemos finalizar a maior parte dessas obras”, diz.

Além das oito escolas que passam por reforma, o DGI coordena a construção de mais dois Centros de Educação Infantil (CEI), um no Rio Branco e outro no bairro Santa Luzia. As duas obras iniciaram ainda em 2012, mas segundo ele, problemas com as empresas vencedoras das licitações atrasaram o andamento dos trabalhos nesses dois espaços. “Esperamos que em Santa Luzia, possamos concluir a obra em cinco ou seis meses. Já no Rio Branco, a previsão de término é metade de 2015”, destaca.
As reformas
Santa Rita

O Centro de Educação Infantil (CEI) Sofia Dubiella, no bairro Santa Rita, está passando por uma ampliação do espaço localizado ao lado do CEI, onde funcionava a antiga Unidade de Saúde do bairro. “Trocamos todo o telhado, fechamos também o espaço superior para poder usar mais salas de aula, além da ampliação das rampas de acesso”, diz.
A obra no local iniciou há quatro meses e, de acordo com ele, está em estágio final. “Conseguiremos finalizar a obra em poucas semanas”, afirma.

Previsão de término: próximas semanas
Bateas

A Escola de Ensino Fundamental Theodoro Becker, no Bateas, está passando por reforma e ampliação. “Ampliamos a cozinha da escola, era um espaço muito pequeno, sem condições de abrigar os equipamentos necessário. Com a ampliação, fizemos também depósito e despensa”.
Além da cozinha, a escola ganhou um refeitório, e agora a obra no local se concentra na construção de um novo acesso para os alunos. “O acesso para veículos e alunos é o mesmo. Agora, já iniciamos a construção de um novo acesso com um portão maior. Também teremos fachada nova e passeios com acessibilidade”, ressalta.

Previsão de término: Até o fim de 2014
Paquetá

A Escola de Ensino Fundamental Paquetá ganhou revestimento com azulejos, reforma nos sanitários e substituição de 15 portas. A nova pintura da fachada da escola iniciou na segunda-feira. Além dos pequenos reparos, a escola está passando por uma ampliação. “Já tinha iniciado anteriormente a obra nos fundos do ginásio com dois pavimentos para salas de aulas de música e jogos. Também estamos fazendo no local um depósito e o vestiário. A obra será concluída com o fechamento do ginásio de esportes que hoje é todo aberto”.

Previsão de término: Entre março e abril de 2015

Steffen

Iniciada em novembro do ano passado, a construção do ginásio de esportes da Escola de Ensino Fundamental Oscar Maluche, está próximo do fim. “Esse será um dos maiores ginásios da nossa rede pública aqui em Brusque e está em fase final. Ainda neste ano queremos concluir”.
A obra no local foi feita através de licitação, por isso, Pereira ressalta a demora. “Esta obra não é a equipe do DGI que está fazendo, então é um processo mais lento, mas está próximo do fim”.

Previsão de término: Até o fim de 2014
São Pedro

A Escola de Ensino Fundamental Georgina de Carvalho Ramos da Luz já está com o seu ginásio de esportes concluído. Agora, as obras se concentram na urbanização em torno do espaço. “Essa obra é custeada pelo Fundo Nacional de Educação (FNDE), estamos fazendo a urbanização, construindo uma ponte nova de acesso, estacionamento e coleta de águas pluviais”, destaca.
A escola terá também adequações no pátio e um espaço de lazer montado ao lado da escola.

Previsão de término: Até o fim de 2014
Cerâmica Reis

Na Escola de Ensino Fundamental Augusta Knorring, a reforma se concentra na troca da instalação elétrica. “Nessa escola tínhamos um problema muito grave de capacidade elétrica. A escola tinha ar-condicionado instalado, mas não podia ligar porque a energia não segurava. Há pouco mais de um mês iniciamos a renovação da instalação elétrica, e em breve a escola poderá usar os aparelhos de ar-condicionado”, destaca.

Previsão de término: Até o fim de 2014
Poço Fundo

A Escola de Ensino Fundamental Poço Fundo passa por reforma, ampliação e também terá a construção de um ginásio de esportes. “Estamos deixando a escola acessível, e no terreno ao lado da escola, onde havia um estacionamento, estamos construindo um ginásio. Ele será um pouco menor do que os outros que estão em construção, mas irá beneficiar os alunos e a comunidade desta escola”.

Previsão de término: Até o fim de 2014
Cedro Alto

A Escola de Ensino Fundamental Cedro Alto passou por reformas no ano passado, no entanto, também está passando por manutenção. “Estamos dando alguns retoques devido a utilização constante do espaço. Também estamos fazendo a ampliação do depósito de material de educação física e também uma nova pintura. Esta é uma reforma de pequeno porte”, diz.

Previsão de término: Até o fim de 2014
Jardim Maluche

A maior reforma da rede municipal é no Centro de Educação Infantil Hilda Ana Eccel, no antigo prédio do Senac. O trabalho iniciou no ano passado, e de acordo com Pereira, é uma obra complexa. “É a nossa maior reforma. São 2.850 metros, um espaço bem amplo. A obra iniciou há 12 meses e está em vias de conclusão. É um espaço bem antigo e fizemos uma reforma total, ampliação e adequação, já que não tinha nenhuma acessibilidade”, afirma.

Previsão de término: Entre janeiro e fevereiro de 2015

Santa Luzia
A construção do novo Centro de Educação Infantil do bairro Santa Luzia iniciou ainda em 2012, mas por problemas com o fornecedor, ficou paralisada por alguns meses, o que atrasou a sua conclusão. “É um espaço totalmente novo. Tivemos todo aquele problema com o fornecedor, precisamos fazer licitação novamente, e agora as obras estão avançando”, diz.
Além da nova creche, a prefeitura pretende construir um espaço de lazer ao lado da escola para a comunidade.

Previsão de término: Entre abril e maio de 2015
Rio Branco

No bairro Rio Branco a situação é semelhante a Santa Luzia. A obra do Centro de Educação Infantil iniciou em 2012, foi interrompida por problemas na licitação e só agora foi retomada. “Ali, as obras ainda não estão no ritmo que desejávamos, mas está sendo executado, o pessoal está trabalhando. No ano que vem a comunidade terá o espaço concluído”, diz.

Previsão de término: Junho de 2015

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio