Órgãos de segurança se preparam para o pleito de domingo

Polícia Civil manterá esquema de plantão especial durante a votação; e PM aumentará efetivo para coibir possíveis atentados

Órgãos de segurança se preparam para o pleito de domingo

Polícia Civil manterá esquema de plantão especial durante a votação; e PM aumentará efetivo para coibir possíveis atentados

A Polícia Militar e a Polícia Civil trabalharão com plantão reforçado no final de semana de eleições. A PM colocará mais policiais nas ruas numa escala especial que leva em conta, também, os ataques que estão aterrorizando a população catarinense, já a Civil manterá os agentes de sobreaviso.

O comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro, afirma que foi realizada uma reunião na semana passada com representantes do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC). No encontro foram repassadas instruções para a PM sobre crimes eleitorais.

“Nós teremos reforço no policiamento, apesar de que a eleição federal é mais tranquila do que a municipal. Vamos ter mais viaturas nas ruas para fiscalizar a eleição, e também vai ter mais policiamento nas principais linhas de transporte coletivo”, explica o tenente-coronel Gomes. O consórcio Nosso Brusque informa que o transporte coletivo vai circular normalmente no horário de domingo.

O tenente Pedro Carlos Machado Júnior, responsável pelo policiamento do 18º BPM, explica que foram repassadas recomendações para os PMs sobre os principais crimes eleitorais cometidos e os procedimentos nestes casos. Ele também diz que será mantido patrulhamento fixo nos principais colégios eleitorais de Brusque.

O delegado da comarca, Juscelino Boos, afirma que não pretende pedir reforço para o final de semana de eleições, no entanto, todas as delegacias manterão plantão ativo para receber os infratores e os agentes ficarão de sobreaviso para eventualidades, como já é de praxe. “Estamos seguindo a recomendação da instrução normativa do delegado geral de polícia”, explica.

Crise

O policiamento nos municípios de abrangência do 18º BPM foi reforçado, segundo o tenente-coronel Gomes. Muitos PMs, voluntariamente, estão trabalhando na folga para aumentar a presença da polícia frente ao Primeiro Grupo Catarinense (PGC), facção criminosa apontada como mandante dos atentados.

Apesar da onda de ataques que acontece pelo estado, o TRE-SC recusou a oferta da União de reforço da Força Nacional durante o pleito. “Mesmo diante dos últimos acontecimentos, aos quais estamos atentos, creio que os eleitores poderão exercer com tranquilidade seu direito ao voto”, disse o presidente do tribunal, desembargador Vanderlei Romer, depois de uma reunião com os órgãos de segurança pública.

E pela sexta vez na história não haverá Lei Seca no domingo de eleições. A venda de bebidas alcoólicas está liberada. A decisão foi anunciada pelo secretário de estado de segurança pública, César Grubba. Para o delegado geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro D’Ávila, a legislação atual já cobre os excessos que possam acontecer e os infratores serão levados para as delegacias regionais.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio