Para advogado de defesa, processo foi um dos mais complicados de sua carreira

Domingos Moro se surpreendeu com a complexidade do caso de Brusque e Concórdia

Para advogado de defesa, processo foi um dos mais complicados de sua carreira

Domingos Moro se surpreendeu com a complexidade do caso de Brusque e Concórdia

O renomado advogado paranaense, Domingos Moro, enfrentou ontem mais uma de várias de suas sessões diárias no STJD. Ex-presidente do Coritiba, mas representante oficial do rival, Atlético-PR, Moro também defende vários outros clubes por sua habilidade em reverter causas dadas como irreversíveis. 

Leia também 

Contratado a peso de ouro dentro da realidade de Brusque e Concórdia, ele surpreendeu ao avaliar que o processo do qual conseguiu a absolvição dos clubes foi um dos mais difíceis de sua longa carreira. “Acho que é um processo muito delicado. Por isso me procuraram. É uma questão de interpretação. Não sei como eu pensaria se estivesse do outro lado. Com certeza buscaria argumentos contra os nossos, e eles são muito maiores”, ressalta

As dificuldades, segundo ele, eram porque há diversos entendimentos diferentes. Ele citou o caso da definição em situações como o da Constituição Federal, aposentadoria compulsória, maioridade civil, entre outros. “Existem uma série de aspectos que eram contrários a nós. Mas no esporte, realmente, esse processo vai alertar para que as coisas sejam melhor escritas”, ressaltou.

O advogado disse que a situação abrirá precedentes para que o caso seja melhor discutido. “Sem dúvida, é a primeira vez que se discutiu isso a fundo. Até os auditores brincaram que só eu mesmo para estar ali, porque essas coisas diferentes sempre caem no meu colo”, brinca. “Mas foi uma discussão muito rica. Fico feliz em tranquilizar aqueles que foram me procurar”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio