Parque Leopoldo Moritz será fechado para construção de novo reservatório do Samae

A primeira interdição ocorrerá de 16 à 19 de agosto

  • Por Redação
  • 14:05
  • Atualizado às 9:56

Parque Leopoldo Moritz será fechado para construção de novo reservatório do Samae

A primeira interdição ocorrerá de 16 à 19 de agosto

  • Por Redação
  • 14:05
  • Atualizado às 9:56
  • +A-A

O fechamento total e a interdição parcial do Parque Leopoldo Moritz (Parque da Caixa d’Água) em períodos críticos da obra de construção do novo reservatório do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Brusque foi o principal tema de uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira, 12 de agosto, nas dependências da sede administrativa da autarquia.

O encontro com jornalistas ocorreu na sala da diretora-presidente Fabiana Amália Dalcastagné. Juntamente com o engenheiro Luan Freisleben, Fabiana relatou que a medida será tomada por conta da intensa movimentação de veículos pesados durante as fases obra. “Pedimos que a população tenha um pouco de paciência, mas consideramos indispensável fechar o parque nessas datas”, explicou ela.

Dalcastagné também ressaltou que a primeira interdição total do parque se dará de 16 até 19 de agosto. Nestes dias ocorrerá o serviço de terraplanagem. Quatro dias depois, em 23 de agosto, haverá um novo fechamento da atração turística brusquense. Desta vez, para a primeira concretagem. As próximas interdições ainda serão programadas, mas estão inicialmente previstas para a segunda quinzena de setembro. As informações poderão ser conferidas no site da autarquia e, também, na página do Facebook. “Mesmo nos dias em que o parque estiver parcialmente aberto, pedimos que a população escolha outra atração turística, pois queremos prezar pela segurança”, frisa.

Durante a coletiva, o engenheiro Luan Freisleben explicou novamente o objetivo da autarquia em construir o reservatório R5, com capacidade de armazenar 6 milhões de litros de água. De acordo com ele, a Estação de Tratamento de Água (ETA) do Centro é responsável por abastecer 70% das ligações existentes em Brusque. Em horários de pico, o R5 irá proporcionar menos possibilidade de ocorrerem desabastecimentos da rede (falta de água), principalmente com o chegar do verão em dezembro, mês de inauguração da obra.

A engenheira Luiza Thomsen, também servidora do Samae, explica que serão vários os momentos cruciais da construção. “Levando em consideração a passagem de caminhões pelo parque, a proximidade do local da obra dos parquinhos e ainda a execução de escavações pelo parque para as interligações entre o R5 e o R4, tubulações de drenagem e adutora, consideramos indispensável o fechamento do parque durante alguns dias de realizações de transporte de material, concretagens, escavações ou outras atividades que o Samae julgue comprometer a segurança dos visitantes do parque”, afirma.

Mais informações através dos telefones 47 3255-0500 ou, então, pelo 115.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio