Passeata do Movida reúne cerca de 1.200 trabalhadores do estado em Brusque

Manifestação iniciou às 9h no Pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof

Passeata do Movida reúne cerca de 1.200 trabalhadores do estado em Brusque

Manifestação iniciou às 9h no Pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof

Cerca de 1.200 trabalhadores do estado realizam, na manhã desta quinta-feira, 28, o Movimento em Defesa da Vida (Movida) em Brusque. A manifestação é uma passeata que visa conscientizar a população quanto ao número de acidentes de trabalho que ocorrem em Santa Catarina.

O estado lidera o ranking nacional de acidentes e doenças de trabalho. Segundo dados do governo federal, a cada mil trabalhadores, 22,4 sofrem de algum tipo de enfermidade ou tiveram um acidente no serviço.

Por isso, afirma o presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brusque (Sintricomb), Izaías Otaviano, é importante que os trabalhadores se reúnam em ações como o Movida.

“O importante dessa manifestação é reunir os trabalhadores para mostrar que é fundamental se conscientizar. Isso independentemente do número de participantes. O ato em si demonstra nossa preocupação”, afirma.

Além dos sindicatos laborais do município, também participam do movimento sindicatos de municípios como Florianópolis, Timbó, Blumenau e Biguaçu.

Após percorrerem algumas ruas do Centro de Brusque, os trabalhadores finalizam a caminhada na praça Barão de Schneeburg. Na chegada, haverá discurso de autoridades e de sindicalistas sobre o tema.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio