Peça baseada no mistério da Villa Renaux será apresentada nesta quarta-feira, 31

Espetáculo foi produzido por alunos do 2º BQ (en)Cena e será apresentado no Teatro do Cescb

  • Por Redação
  • 11:04
  • Atualizado às 15:24

Peça baseada no mistério da Villa Renaux será apresentada nesta quarta-feira, 31

Espetáculo foi produzido por alunos do 2º BQ (en)Cena e será apresentado no Teatro do Cescb

  • Por Redação
  • 11:04
  • Atualizado às 15:24
  • +A-A

O público que prestigiar nesta noite o espetáculo Ao Som dos Teares, no Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (Cescb), viverá momentos de muita emoção e suspense.

A peça faz parte do 2º BQ (en)Cena e encerra a edição 2016 da temporada de teatro da cidade, com apresentação de espetáculo idealizado por alunos de oficina/montagem.

A dramaturgia, inspirada na obra de João Carlos Mosimann – Tragédia e Mistério na Villa Renaux – é o resultado de um trabalho de muita pesquisa e que envolve uma das mais misteriosas histórias do município [Sinopse no detalhe].

Desde março, os alunos da oficina iniciaram um processo coletivo de construção da peça. Muitos textos, inclusive alguns mais tradicionais, foram propostos pelo grupo, até que em consenso, foi escolhida a obra de Mosimann, que foi adaptada por três dos integrantes: Talita Garcia, Claiton Bigliardi e Everton Girardi.

O coordenador da oficina e diretor do espetáculo, Sílvio José da Luz, conta que pensou-se “por meio de que olhar a história seria contada”. Foram feitos testes para encontrar a melhor forma estética de contar no palco a história do livro. “Procuramos discutir não só a cena do assassinato, mas tudo o que está em torno disso. Mistura passado e presente sem uma sequência lógica. O espetáculo é muito bonito e deixa aberto as respostas”, afirma.

Luz diz que todo o processo de montagem da peça (texto, objetos de cena, cenário, iluminação) foi realizado pelos integrantes.
Da mesma forma, o produtor cultural e diretor da PrismaCultural – realizadora do 2º BQ (en)Cena -, Sérgio Valle, afirma que o principal objetivo foi que os participantes tivessem noção de todo o processo da montagem de uma peça. Para ele, o diferencial foi a união do grupo, que mostrou um “alto grau de experimentação e abertura para o novo”. De março até agosto foram realizados ensaios duas vezes por semana, de cerca de três horas cada, além de ensaios extras. “Poderia não ter dado tempo de montar o espetáculo ou termos desistências, mas o grupo conseguiu chegar ao fim de um processo. Isso mostra que é possível fazer e que a produção teatral de Brusque pode crescer”.

A atriz Talita Garcia interpreta Dagmar Sylvia, esposa de Ivo Renaux. Ela diz que foi difícil compreender o universo da personagem, já que a história é “pesada” e Dagmar é acusada de um crime. “É um desafio bem interessante, pois eu nunca tinha interpretado um personagem real, que de fato já tivesse existido”.

A atriz Talita Garcia interpreta Dagmar Sylvia, esposa do finado | Foto: Prisma Cultural/Divulgação
A atriz Talita Garcia interpreta Dagmar Sylvia, esposa do finado | Foto: Prisma Cultural/Divulgação

Talita afirma que o espetáculo mostra a relação conflituosa da mulher com o marido, a suspeita de que Dagmar cometeu o crime e como ela enfrentou a situação. “O espetáculo deixa em aberto a pergunta da trama – não cabe a nós responder se ela foi assassina ou não, ninguém sabe”.


Sinopse

Em 1949, um jovem de 32 anos é encontrado morto em seu quarto. O inesperado acontecimento se revestiu de interrogações nunca esclarecidas. Teria ele sido assassinado ou pôs fim à própria vida? Justiça, imprensa, polícia, família e sociedade, lançaram seus diferentes veredictos ao fato. Longe de procurar responder às lacunas investigativas do caso, o texto se debruçou em torno da subjetividade de questões não suficientemente esclarecidas, em especial à acusação de assassinato imputada à esposa do finado, Dagmar Sylvia, bem como as relações sociais ao acontecimento.


Ingressos

Ao Som dos Teares será apresentado hoje, às 19h30, no Cescb. Os ingressos antecipados são vendidos por R$ 5, no primeiro lote, R$ 10 no segundo e R$ 20, no terceiro, e podem ser adquiridos na recepção do Cescb, ou pelo site www.oneticket.com.br. Mais informações no 3044-3913 e 3351-5137.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio