Pelznickelplatz, em Guabiruba, abre as portas para visitação nesta sexta-feira, 9

Espaço deverá receber cerca de 15 mil visitantes ao longos das seis noites

Pelznickelplatz, em Guabiruba, abre as portas para visitação nesta sexta-feira, 9

Espaço deverá receber cerca de 15 mil visitantes ao longos das seis noites

Parada obrigatória dos moradores da região nesta época do ano, a Pelznickelplatz abre as portas nesta sexta-feira, 9, a partir das 19h. A Sociedade do Pelznickel espera receber cerca de 15 mil pessoas ao longo das seis noites em que o local permanecerá aberto.

Localizada na rua Nicolau Schaefer, 647, no bairro Imigrantes, em Guabiruba, a Pelznickelplatz recebe visitantes desde 2012 – cerca de sete anos após a sociedade ser inaugurada.

“É muito importante manter a tradição do Pelznickel, faz parte da cultura desde que existe o município. É uma tradição dos antepassados e queremos manter isso. Em 2004, estava quase acabando, depois que abrimos a sociedade deu uma animada”, afirma o presidente da Sociedade do Pelznickel, Ivan Fischer.

A Pelznickelplatz conta com diversas atrações, entre elas, o espaço em que São Nicolau recebe os visitantes, o presépio, o espaço da Christkindl e a casa do Sackmann (homem do saco). Para conhecer o local, os visitantes percorrem uma trilha no meio das árvores.
Além dos moradores da região, Fischer diz que moradores do Rio Grande Sul, do Paraná e até de São Paulo também costumam visitar a Pelznickelplatz.

“Estamos recebendo bastante contato de pessoas de vários locais. Sempre dá muita gente. Mas claro que é mais forte no Vale do Itajaí. O pessoal espera bastante pela abertura da Pelznickelplatz”, afirma.

Ainda de acordo com Fischer, a Pelznickelplatz está recebendo os últimos ajustes antes da chegada dos visitantes. Ele conta que o que facilita o trabalho é as cabanas permanecerem no local durante todo o ano – apenas a decoração precisa ser colocada.

Desde os 9 anos

O único diferencial da Pelznickelplatz deste ano em relação à do ano passado é o número de Pelznickels, que deve aumentar. Um dos personagens será Ademir Klann, de 44 anos. O pintor se veste com os trajes do Papai Noel do Mato desde os 9 anos de idade.

“Quando era criança a gente brigava para se vestir. Era uma tradição que passou de geração em geração. Como a gente morava no mato e não tinha eletricidade, nós nem sabíamos que existia o Papai Noel de vermelho. O único que a gente conhecia era o Pelznickel”, conta Klann.

A entrada da Pelznickelplatz é gratuita e funciona nesta sexta-feira, 9, (19h às 23h), sábado, 10, (19h às 23h), domingo (16h às 20h) e na próxima sexta-feira, 16, sábado, 17 e domingo, 18, nos mesmos horários.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio