Pesquisa revela experiências de jovens com o uso de álcool e drogas

Estudo de instrutor do Proerd com estudantes do Ensino Médio mostra hábitos sobre o uso de álcool, cigarro e entorpecentes

Pesquisa revela experiências de jovens com o uso de álcool e drogas

Estudo de instrutor do Proerd com estudantes do Ensino Médio mostra hábitos sobre o uso de álcool, cigarro e entorpecentes

Policial Militar e um dos instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), o cabo Eduardo José Duarte realizou uma pesquisa com 576 alunos do primeiro ano do Ensino Médio, no ano passado. As questões envolviam a relação desses jovens com as drogas e o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro.

A pesquisa fez parte de seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Direito e serve também como auxílio para a Polícia Militar ter uma base do quanto o programa afeta a vida dos jovens estudantes.

O resultado, segundo o cabo Duarte, foi satisfatório. Entre os estudantes, 46% acharam o programa muito bom e 54% deles afirmaram que o Proerd fez com que utilizassem seus conhecimentos para ajudar a prevenir o uso de drogas. Entre os jovens que nunca consumiram drogas, 49% dos entrevistados afirmaram que os ensinamentos do Proerd influenciaram em sua decisão de não utilizar nenhum tipo de entorpecentes.

A maioria dos alunos que responderam ao questionário já tiveram aulas no Proerd durante a infância. A pesquisa foi feita ao longo do último ano nas escolas de Brusque e foi apresentada na sexta-feira, 20, na sede do 18º Batalhão de Polícia Militar, durante uma reunião com os representantes das escolas públicas e particulares sobre as novas diretrizes do Proerd para o ano letivo de 2015.

Na ocasião, um dos instrutores do Proerd, o major Adair Alexandre Pimentel, destacou que são poucos os casos de prisão ou de envolvimento com o crime entre esses jovens que passaram pelo programa durante a infância. “Essa pesquisa só comprova um fato que já é observado pela Polícia Militar há algum tempo. A aceitação do Proerd por parte desses alunos nos ajuda a continuar esse trabalho”, garante.

gráfico drogas

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio