Plano de expansão da Havan prevê 200 lojas até 2022

No dia 5 de agosto, a Havan completa 100 lojas em 15 estados brasileiros

Plano de expansão da Havan prevê 200 lojas até 2022

No dia 5 de agosto, a Havan completa 100 lojas em 15 estados brasileiros

O diretor-presidente da Havan, Luciano Hang, anunciou nesta terça-feira, 11, durante coletiva de imprensa, o plano de construir mais uma centena de lojas até 2022. A centésima será inaugurada no dia 5 de agosto. Com isso, a rede terá feito em cinco anos o que fez em 31: construir 100 megalojas, como são chamadas pela empresa.

Hang admitiu que plano é ousado, mas se mostrou otimista que conseguirá atingi-lo. As próximas 20 megalojas já foram divulgadas pelo diretor-presidente, dentre as quais está uma em Cacoal (RO).

O diretor-presidente adotou um discurso bastante otimista. Disse que, apesar da crise, a empresa tem crescido continuamente. Segundo ele, “a Havan nunca teve um mês de junho tão bom” quanto o deste ano.

Segundo Hang, a Havan chegará à sua centésima megaloja em agosto deste ano e não dois anos antes, conforme o previsto no lançamento do plano, devido à crise financeira. No entanto, o empresário não usou o discurso como desculpa, em vez disso, afirmou que “neste dois anos, a Havan não perdeu o foco nem a qualidade”.

Conhecido pelo entusiasmo, Hang discursou por quase uma hora para os jornalistas e colaboradores. Ele afirmou que é preciso esquecer da crise político-econômica brasileira. “Eu adoro uma crise, quanto pior, melhor, porque só ficam os mais competentes”.

A inauguração da unidade de Rio Branco, capital do Acre, marcará a chegada ao número de 100 megalojas. Com isso, a Havan terá 12 mil colaboradores, em 15 estados do país. O diretor-presidente destacou que em todos os municípios onde a Havan se instalará a receptividade tem sido bastante grande.

Em todos os estados
O plano de expansão da Havan inclui megalojas em 26 estados, abrangendo todo o país. Segundo Hang, o Brasil tem tamanho continental e porte para tal número de unidades.
“Acreditamos que cabem 300, 400 megalojas da Havan no Brasil”. Hang também comentou sobre o porquê de não existir uma unidade sequer da Havan no Rio Grande do Sul.

Hang foi sucinto sobre o assunto: “O Rio Grande do Sul é o pior estado do Brasil para investir”. Segundo ele, o governo gaúcho não acredita nos empreendedores e acaba atrapalhando as atividades empresariais, com excesso de burocracia e regulamentações.

Ainda assim, o empresário brusquense disse que o Rio Grande do Sul figura, sim, nos planos da Havan. Até 2022, o estado deverá sediar algumas filiais.

Embora planeje “dominar o Brasil”, Hang disse que Santa Catarina continuará a ser o foco de atuação da Havan. Segundo ele, “o sonho” é alcançar 50 megalojas apenas em território catarinense.

“Santa Catarina é a cereja do bolo, é a Suíça brasileira”, afirmou Hang. Ele esteve recentemente no Oeste do estado e passou por diversas cidades. Na avaliação dele, há vários municípios com potencial, limpos e bem administrados que podem receber novas unidades.

Benefício para a economia
Durante a coletiva de imprensa no centro administrativo da Havan, Hang enfatizou o benefício que a abertura das novas lojas trará para a sociedade. Quando atingir 200 megalojas, em 2022, a rede de lojas deverá empregar 25 mil pessoas nos 26 estados.

O empresário destacou que, ao empreender e abrir mais unidades, a Havan cria empregos e contribui com a economia do país. Hang disse que o benefício é geral. “Esse dinheiro, automaticamente, percorre todo o ciclo econômico e promove o desenvolvimento dos municípios e do Brasil”.

Preferência pelo local
De acordo com Hang, a Havan compra de vários fornecedores brasileiros. “O que podemos comprar no Brasil, compramos aqui. Só importamos o que não tem aqui ou é muito barato lá fora, porque aqui se paga muitos impostos”.

O empresário também refutou qualquer possibilidade de que tenha planos de investir em países vizinhos, como Argentina e Uruguai. Na avaliação de Hang, o Brasil ainda tem potencial a ser explorado.


Por dentro da Havan
Quando inaugura a centésima loja, em 5 de agosto, a Havan terá:
100 megalojas
15 estados
12 mil colaboradores

Plano para 2022
200 megalojas
26 estados
25 mil colaboradores
Abrangendo todo o Brasil

Lojas a serem inauguradas em 2017 e 2018

2017
Cacoal (RO) em julho
Rio Branco (AC) em agosto
Taubaté (SP) em setembro
Varginha (MG) em setembro
Indaial (SC) em outubro
Cascavel (PR) em outubro
Porto Belo (SC) em novembro
Joaçaba (SC) possivelmente em dezembro

Em fase final de negociação:
São José (SC)
Videira (SC)
São Miguel do Oeste (SC)

2018
Florianópolis (SC)
Joinville (SC)
Palhoça (SC)
Itajaí (SC)
Balneário Camboriú (SC)
Lages (SC)
Gaspar (SC)
Vilhena (RO)
Vitória da Conquista (BA)
Campinas e Mogi Mirim (SP)

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio