Conteúdo exclusivo para assinantes

Planos de saúde de Brusque se adaptam para cobrir novos procedimentos

São 18 novos itens os quais as operadoras serão obrigadas a realizar a cobertura

Planos de saúde de Brusque se adaptam para cobrir novos procedimentos

São 18 novos itens os quais as operadoras serão obrigadas a realizar a cobertura

Desde a última terça-feira, 2, os planos de saúde de todo o Brasil passam por um processo de adaptação para oferecerem 18 novos procedimentos, por exigência da Agência Nacional de Saúde (ANS).

Em Brusque e região, as operadoras já estão preparadas para as novas demandas e também aguardam ainda mais conveniados com a possibilidade de ampliar o leque de opções.

A ANS já havia divulgado em novembro de 2017 a nova lista de procedimentos, que incluem desde exames até cirurgias. Entre os 18 itens, chamam a atenção medicamentos orais contra o câncer – tais como os de pulmão, melanoma e próstata. Cirurgias complexas, mas bastante exigidas nos últimos anos, também aparecem na nova lista, como a radiação para o ceratocone – degeneração nos olhos.

A atualização do rol de procedimentos da ANS é feita a cada dois anos. A intenção da entidade é regulamentar os critérios para adoção de novos procedimentos, com o intuito de dar mais transparência ao tema.

Espera de novos conveniados
Poder proporcionar estes 18 novos procedimentos é visto como uma boa notícia para as empresas de plano de saúde da região. Na Agemed de Brusque, por exemplo, a expectativa é que novos conveniados demonstrem interesse na contratação do serviço, uma vez que o plano poderá abranger mais condições médicas.

Segundo o gestor da unidade Brusque, Roni Nelson Santos Júnior, haverá aumento nos custos operacionais para a operadora, mas a nova demanda compensará.

“São procedimentos que geram despesa, mas isso será revertido uma vez que teremos cada vez mais novos conveniados. É um processo vantajoso para o conveniado e para a operadora”.

A empresa, que tem sua matriz em Joinville, já atualizou seu quadro de funcionários quanto às novas operações.

“Hoje o beneficiário pode acessar o rol de procedimentos da ANS no site oficial da entidade, que mostra tudo o que passou a ser coberto obrigatoriamente pelas operadoras. Nós já estamos bem informados e preparados para repassar este conteúdo”.

As operadoras que não cumprirem a nova listagem serão punidas com multas de R$ 80 mil por infração cometida. A reportagem tentou entrar em contato também com a Unimed de Brusque, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Os principais novos procedimentos*

Câncer

  • Medicamentos para tratamento de cânceres de pulmão, melanoma, próstata, tumores neuroendócrinos, mielofibrose e leucemia
  • Tomografia Computadorizada por Emissão de Pósitrons (PET-CT) para diagnóstico de tumores neuroendócrinos

Esclerose múltipla

  • Medicamento imunobiológico

Mulheres

  • Cirurgia laparoscópica para tratamento de câncer de ovário (debulking);
  • Cirurgia laparoscópica para restaurar o suporte pélvico (prolapso de cúpula vaginal);
  • Cirurgia laparoscópica para desobstrução das tubas uterinas;
  • Cirurgia laparoscópica para restaurar a permeabilidade das tubas uterinas.
  • Pesquisa em líquido amniótico por PCR: exame laboratorial para o diagnóstico da toxoplasmose gestacional.

Infantil

  • Endoscopia para tratamento do refluxo vesicoureteral, doença relacionada a infecções urinárias;
  • Terapia imunoprofilática contra vírus sincicial respiratório (palivizumabe).

*A lista completa dos novos procedimentos cobertos pelos planos de saúde está no portal www.ans.gov.br

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio