PM dá dicas de segurança em caminhadas na Beira Rio

Capitão Pedro recomenda que homens e mulheres andem em grupo e alternem horários e itinerário

PM dá dicas de segurança em caminhadas na Beira Rio

Capitão Pedro recomenda que homens e mulheres andem em grupo e alternem horários e itinerário

Após o estupro registrado na avenida Bepe Roza, a Beira Rio, na quarta-feira, 10, muitas pessoas estão com medo de caminhar pela cidade. Vários internautas comentaram que estão temorosos na página do Município Dia a Dia no Facebook. O jornal consultou a Polícia Militar, que tem algumas dicas de segurança que ajudam a diminuir o risco de transitar pela cidade.

O capitão Pedro Carlos Machado Júnior, responsável pelo policiamento do 18º Batalhão de Polícia Militar, diz que a principal medida de segurança que as pessoas podem praticar é não caminhar desacompanhadas. Os criminosos sexuais costumam agir sozinhos, por isso, também procuram alvos fáceis e sem proteção.

Esta dica vale também para os homens. “Evite andar sozinho, independentemente de homem ou mulher, porque tem outros crimes, como furto e roubo”, afirma o capitão. Ele recomenda que se caminhe em dupla ou grupo. Porém, isto nem sempre é possível. Uma alternativa é caminhar próximo de outras pessoas, acompanhando a passada, como um “pelotão”.

O policial recomenda, ainda, que os praticantes de atividades físicas, dentro do possível, alternem os períodos de caminhada. “Orientamos a variar os horários destas caminhadas para não ser marcado”, diz. Quanto mais claro o dia melhor, mas o capitão afirma que não há “uma hora mais segura”.

Além de sair em grupo e alternar os horários, a Polícia Militar também orienta os brusquenses a modificar o itinerário. “Cada dia, caminhe de um lado do rio”, orienta capitão Pedro. Outra alternativa seria evitar os trechos com muito mato, porém, esta é difícil de seguir, reconhece o policial. A Beira Rio tem muitos lugares com mata ciliar. O militar diz que do ponto de vista estritamente policial uma limpeza seria interessante.

Roçadas serão intensificadas

O secretário de Obras, Miguel Comandoli, afirma que a pasta realiza regularmente a limpeza da Beira Rio. Segundo ele, a equipe passou por lá há cerca de duas semanas. Acontece que os servidores não podem tirar todo o mato, pois se trata de mata ciliar protegida pela lei ambiental.

“Existe um projeto, até pelos problemas de enchente que temos, de fazer uma roçação por completo. Já enviamos um memorando para a Fundema [Fundação Municipal do Meio Ambiente], mas não temos a liberdade de desmatar isto ali”, afirma.

Comandoli afirma que a equipe de roçada será ampliada com os novos servidores contratados por meio de processo seletivo. Com isso, o serviço de limpeza no município deve ser intensificado nas próximas semanas.


Dicas de segurança da PM

  • Caminhar em dupla ou em grupo;
  • Alternar os horários de caminhada;
  • Mudar o itinerário (caminho) periodicamente;
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio