PM localiza suspeito de participação na tentativa de furto ao caixa eletrônico da Unifebe

Ele foi abordado em Joinville no carro utilizado no crime

PM localiza suspeito de participação na tentativa de furto ao caixa eletrônico da Unifebe

Ele foi abordado em Joinville no carro utilizado no crime

A abordagem de um homem, pela Polícia Militar, em Joinville, horas depois da tentativa de furto em um caixa eletrônico de Brusque, amplia as possibilidades de investigações pela Polícia Civil local. O caso ocorreu na manhã desta quinta-feira, 7, quando três homens fingiram ser de uma equipe de manutenção do Santander para tentar arrombar o equipamento, mantido dentro da Unifebe.

O suspeito, de 28 anos, estava no carro utilizado no crime e tinha passagens por tráfico de drogas e associação ao tráfico na cidade do norte catarinense. Segundo a delegada Flávia Gonçalves Cordeiro, da delegacia de Brusque e responsável pelas investigações, ele confessou ter participado da tentativa de furto na Unifebe à Polícia Militar, sob a promessa de ganhar parte do valor furtado.

Ele afirmou ter conhecido os outros dois integrantes pouco antes da incursão em Brusque. O veículo utilizado passou por perícia e um casaco foi encontrado. Um laudo e o item devem ser encaminhados para a delegacia local nos próximos dias. Durante o depoimento, acompanhado pelo advogado, o homem se manteve em silêncio e não informou o nome dos outros participantes.

De acordo com a delegada, o papel do suspeito na ação ainda está sendo apurado com auxílio das imagens das câmeras de monitoramento existentes no campus. Ela também espera que o material sirva para identificação dos outros dois envolvidos. “Achávamos que ele poderia ser o motorista, mas isso não teve confirmação das testemunhas”.

Em andamento
Todo o material coletado está sendo analisado pelo Setor de Investigação. Entre as possibilidades apuradas está a de participação de alunos, com o repasse de informações para a ação dos criminosos. De acordo com a delegada, o cenário é tratado ainda como suspeita e está sendo estudado.

De acordo com Flávia, o caso será acompanhado no município e o Instituto Geral de Perícias (IGP) avalia tanto os danos, quanto possíveis detalhes que possam ajudar na identificação dos outros dois envolvidos. A tentativa de furto não foi concluída pelo barulho gerado ao tentar romper o caixa eletrônico. Os três fugiram, dois a pé e um no Celta abordado, antes da chegada da polícia. Com a ação, o aparelho ficou inutilizado e deve ser substituído.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio