Polícia Civil de Guabiruba esclarece falso estupro

Mulher confessou ter inventado o crime após uma briga com o companheiro, na segunda-feira, 6 de março

Polícia Civil de Guabiruba esclarece falso estupro

Mulher confessou ter inventado o crime após uma briga com o companheiro, na segunda-feira, 6 de março

Uma mulher de 34 anos, moradora de Guabiruba, confessou para a Polícia Civil que inventou que foi estuprada, na segunda-feira, 6 de março. Agora, ela responderá na Justiça por comunicação falsa de crime.

Segundo os agentes da Polícia Civil, o denúncia passou a ser investigada logo após a mulher acionar a Polícia Militar, por meio do Centro de Operações da PM (Copom). Ela disse que havia sido estuprada por um homem desconhecido que a abordou em um carro preto.

Os policiais que a atenderam na data da ocorrência a levaram para a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami). Ela chegou a receber os primeiros atendimentos e ainda foi encaminhada ao hospital.

Na tarde desta terça-feira, 14, os policiais civis de Guabiruba esclareceram o caso, após o companheiro da mulher afirmar em depoimento que o casal estava bebendo em um bar e durante uma briga, ele a mandou descer do carro.

Com isso, ela decidiu ligar para a polícia e comunicar o falso crime. Ao ser ouvida em depoimento, ela afirmou ter inventado o crime.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio