Polícia Civil desvenda homicídio do Loteamento Dom Nelson

Delegado vai aguardar a apresentação dos suspeitos até amanhã, 26 de junho

Polícia Civil desvenda homicídio do Loteamento Dom Nelson

Delegado vai aguardar a apresentação dos suspeitos até amanhã, 26 de junho

O Delegado Alex Bonfim Reis, da Divisão de Investigações Criminais (DIC) da Polícia Civil de Brusque, confirmou na tarde desta terça-feira, 25 de junho, que descobriu os autores e a motivação do homicídio de Robson Everton de Lima, 21 anos. “São duas pessoas” admite. O crime aconteceu na tarde de segunda-feira, 24 de junho, no bairro Limeira. 

Reis tomou depoimento de algumas testemunhas na tarde desta terça-feira, e confrontou com algumas informações repassadas pela Polícia Militar. A investigação apontou o nome de dois suspeitos e o motivo do crime, que ainda não podem ser divulgados. O Delegado vai aguardar a apresentação dos suspeitos até esta quarta-feira, 26 de junho, e caso não compareçam na delegacia, Reis deve pedir a prisão preventiva dos suspeitos. 

Segundo o Delegado, o advogado de um dos suspeitos entrou em contato nesta terça-feira e ele optou por esperar a apresentação espontânea dos dois. “No início da tarde um advogado me contatou querendo saber se já sabíamos quem eram os suspeitos, eu disse que vou aguardar eles até amanhã”, explica Reis. Até a tarde desta terça-feira, a vítima ainda não tinha sido reconhecida por familiares, e o corpo permanece no Instituto Geral de Perícias. 

O homicídio 

O jovem Robson foi morto no final da tarde de segunda-feira, 24 de junho, no Loteamento Dom Nelson no bairro Limeira. Ele foi atingido por um tiro na nuca no meio da Rua 200 e morreu na hora. Testemunhas disseram a Polícia Militar que um Palio de cor branca foi visto fugindo do local. Robson era natural de Joinville, trabalhava como pintor e já tinha passagem pela polícia por receptação.


Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio