Polícia e bombeiros seguem em atuação regular no fim de ano em Brusque e região

Porém, parte do efetivo militar foi deslocado para reforço das cidades litorâneas

Polícia e bombeiros seguem em atuação regular no fim de ano em Brusque e região

Porém, parte do efetivo militar foi deslocado para reforço das cidades litorâneas

Embora estejam com recesso em parte do setor administrativo, tanto o Corpo de Bombeiros quanto a Polícia Militar seguem com operações regulares nas ruas de Brusque. A rotina de patrulhamentos e rondas é praticamente a mesma, com a exceção na redução momentânea do efetivo: parte dos policiais militares foram realocados para municípios litorâneos para reforçar as temporadas de verão, – ambiente em que não apenas cresce o número de turistas, mas também de casos policiais.

Bombeiros da região também reforçaram o litoral, principalmente na praia. É no mar que os profissionais são mais exigidos, uma vez que o registro de afogamentos cresce substancialmente.

Visitas ao rio Itajaí-Mirim
Das atividades de rotina do Corpo de Bombeiros de Brusque, a única real diferença dos demais períodos do ano é a vigília constante no rio Itajaí-Mirim. Já é tradição que, neste período sem muita vigilância por parte da comunidade, pessoas se arrisquem tomando banho no rio que corta o município.

Segundo o tenente Hugo Manfrin Dalossi, este trabalho segue um roteiro determinado. “A ronda no rio é justamente para orientar as pessoas que saiam deste local. Não é apropriado ao banho. Foram colocadas mais de 30 placas em pontos frequentados do Itajaí-Mirim. Há locais no rio em que a profundidade é desconhecida, há correntezas. Essas pessoas precisam buscar piscinas e locais similares”, diz.

Para aqueles que viajaram ao litoral, também fica o alerta do cuidado nos mares. “Procurem praias guarnecidas por serviço de guarda-vidas. São mantidos mais de mil guardas civis e militares. É preciso prestar atenção também com as bandeiras que indicam se o local é apropriado ou perigoso para o banho”.

Serviços em operação
O reforço de policiais militares do batalhão de Brusque no litoral catarinense não significa o fim do trabalho pelo município. Como explica o major Otávio Manoel Ferreira Filho, o recesso é apenas administrativo. “Não só Brusque, toda a regional de Blumenau encaminhou efetivo para as praias. Contudo as operações nas ruas brusquenses seguem com normalidade. Além disso, setores mais emergenciais, como de trânsito, seguem em plenas atividades”, explica.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio