Polícia Federal prende advogada de Brusque

Bárbara Baron Silveira é suspeita de envolvimento em crime de lavagem de dinheiro

Polícia Federal prende advogada de Brusque

Bárbara Baron Silveira é suspeita de envolvimento em crime de lavagem de dinheiro

A advogada Bárbara Baron Silveira foi presa no fim da tarde desta quarta-feira, 17 de abril, suspeita de envolvimento em processo criminal que está em andamento na vara federal especializada em lavagem de dinheiro, em Florianópolis. A prisão de Bárbara foi realizada por policiais federais de Itajaí, e ela foi encaminhada no mesmo dia para o presídio feminino na capital catarinense. 

A prisão foi comunicada ao presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Brusque, Paulo Cesar Piva. Na noite de quarta-feira, Piva solicitou que Bárbara fosse acompanhada por um advogado designado pela OAB Santa Catarina e transferida para uma cela especial.

– Vamos primeiro esperar o julgamento. Não temos informações oficiais se ela eventualmente tem participação no crime. Partimos da presunção de sua inocência – esclarece Piva. 


Bárbara também responde a processo cível de execução de notas promissórias no qual é avalista e que chegam ao valor de R$ 1.461.107,30.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio