Polícia prende suspeitos de assalto em lotérica de Brusque no Rio Grande do Sul

Dupla que teria assaltado a lotérica Pé Quente em agosto foi presa na tarde desta terça-feira, 27 de novembro

Polícia prende suspeitos de assalto em lotérica de Brusque no Rio Grande do Sul

Dupla que teria assaltado a lotérica Pé Quente em agosto foi presa na tarde desta terça-feira, 27 de novembro

Depois de dois meses de investigações e acompanhamento dos suspeitos de terem cometido ao menos três roubos, em Maracajá, Santa Rosa do Sul e Araranguá, os agentes da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá, na tarde desta terça-feira, 27 de novembro, prenderam em flagrante a dupla Nilson Lopes, 49 anos, natural de Mirador – PR e ex-policial militar naquele estado, e Jeovani Gomes Fernandes, 34 anos, de apelido “Mineiro”, natural de São Simão – GO. 

Investigações dão conta que eles teriam praticado um roubo a uma lotérica em Maracajá, no dia 22 de outubro deste ano, a uma padaria em Araranguá na semana passada e teriam assaltado a agência dos Correios, em Santa Rosa do Sul, na tarde de terça. Eles também são suspeitos de terem assaltado a lotérica Pé Quente, na rua Felipe Schmidt, em Brusque, no dia 20 de agosto deste ano.
Jeovani estava foragido da Penitenciária Agrícola de Chapecó e já tinha contra si dois mandados de prisão pela Comarca de Lages e outro pelo Judiciário de Araranguá, todos por roubo. Nilson também tinha um mandado de prisão em aberto, pelo mesmo crime, pela Comarca de Araranguá.
 
As prisões

No início da tarde de ontem, a dupla assaltou a agência dos Correios da cidade de Santa Rosa do Sul-SC e fugiu em direção ao estado do Rio Grande do Sul. Eles dirigiam um carro com placas de Porto Belo e, no município gaúcho de Torres, pararam numa agência bancária para depositarem o dinheiro do roubo. 

Como os policiais estavam acompanhando os suspeitos, o delegado de Maracajá identificou Nilson dentro da agência e o prendeu em flagrante. Enquanto isso, Jeovani aguardava no carro, fora da agência e também foi preso. No forro do banco traseiro do veículo, a Polícia Civil apreendeu duas pistolas, uma de calibre 9 milímetros e outra de calibre 380, ambas com sinal identificador raspado.
 
Dentro do carro havia ainda duas bicicletas,  pois na maioria dos roubos eles costumavam chegar pedalando, e quando da fuga abandonavam as bicicletas no meio do caminho e pegavam o carro. No momento da prisão, Jeovani estava usando identidade falsa, emitida em nome de Edmilson Barbosa Oliveira Júnior, de Uberlândia (MG).
 
Na sede da DIC, além dos roubos a lotérica de Maracajá, panificadora em Araranguá e Correios de Santa Rosa do Sul, a dupla também foi identificada como sendo autora do roubo a uma lotérica, do bairro Cidade Alta, de  Araranguá, em 19 de outubro do ano passado.
 
As características físicas dos presos são peculiares e de fácil reconhecimento, sendo que Nilson costumeiramente usava um boné nas práticas criminosas. A dupla, após autuação feita pelo Delegado Ari José Soto Riva, da comarca de Santa Rosa do Sul, foi levada ao Presídio Regional de Araranguá.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio