Prazo de vacinação termina dia 30

Brusque ainda não atingiu a meta e idosos e gestantes preocupam

Prazo de vacinação termina dia 30

Brusque ainda não atingiu a meta e idosos e gestantes preocupam

A oito dias do prazo final para vacinação contra o vírus Influenza A H1N1, 78% dos cidadãos brusquenses nos grupos prioritários já foram vacinados. Para atingir a meta nacional, que é de 80% da população prioritária vacinada no município, faltam apenas 400 pessoas. Para ter 100% dos grupos prioritários vacinados seria necessário que cerca de 4 mil pessoas fossem vacinadas nos oito dias. O primeiro prazo, que encerrou dia 9 de maio, teve que ser prorrogado porque a cobertura não atingiu às expectativas, ficando em cerca de 54% do total. A nova data de encerramento da vacinação gratuita é o dia 30 de maio.
A falta de preocupação em vacinar pode ser considerada um perigo, uma vez que casos positivos do vírus H1N1 foram constatados em cidades muito próximas a Brusque, como Balneário Camboriú. Em Itajaí foi registrado um caso de gripe H3N2, que não é tão grave, mas é um dos vírus combatidos com a mesma vacina. Em 2012, um óbito pelo vírus foi confirmado em Brusque, e no ano passado Blumenau também registrou uma morte.
A Diretora de Vigilância em Saúde de Brusque, Mirela Corrêa, afirma que “o vírus está por perto”, e que vacinar é necessário. “O H1N1 está cercando Brusque. Não podemos pensar que, por não ter casos positivos aqui, estamos livres da doença”. A diretora atribui o desinteresse em vacinar ao pouco destaque na mídia depois da pandemia de 2009, e também à falta de instrução da população. “As pessoas vacinam contra a H1N1, depois pegam um resfriado e dizem que a vacina não surte efeito algum. Acontece que essa é uma vacina para um grupo de vírus específico e para evitar o agravamento da doença, e além disso existem diversos tipos de vírus”,diz.
O grupo dos idosos é o mais preocupante. São cerca de 700 pessoas acima dos 60 anos que ainda não tomaram a vacina contra a Influenza A, o que corresponde a algo em torno de 17% das pessoas que ainda não foram vacinadas. Considerando que são nove grupos prioritários diferentes, os idosos são a grande maioria dos que ainda não se protegeram contra a gripe. Mirela faz um apelo para que pessoas dentro destes grupos levem mais a sério a doença, que pode até matar. “Procurem o posto de saúde mais próximo, todos têm a vacina. Não há desculpas para não vacinar”, diz Mirela.
Em Santa Catarina, foram confirmados neste ano 13 casos de gripe por Influenza A. Em Brusque, houve duas suspeitas, mas já foram descartadas.

 

Guabiruba

Em Guabiruba, a meta também não foi alcançada no primeiro prazo. Até dia 9 de maio, das mais de 4,2 mil pessoas que precisavam, apenas 2,2 mil foram vacinadas. Segundo a enfermeira Ana Lúcia Tolentino, responsável pelas vacinações em Guabiruba, 840 pessoas precisam tomar a vacina para cumprir a meta nacional, e 1,8 mil para atingir 100%.

 

Botuverá

Em Botuverá, a meta foi atingida dentro do primeiro prazo nacional, segundo informações da Técnica em Enfermagem e Responsável pelas Vacinações, Tamiris  Silva. Até o dia 9, 80% das pessoas em grupos prioritários haviam sido vacinadas, mas o município vai continuar com as vacinações até o dia 30, para quem  precisa. No momento, 944 pessoas das 1.131 estimadas, já foram protegidas do H1N1, o que corresponde a 84%.

 

Vacinados em Brusque

Crianças 83,92%
Trabalhador da Saúde 77,33%
Gestantes 67,95%
Puerperas 77%
Idosos 77,27%

Total 78,87%

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio