Prazo para conclusão da creche do Santa Luzia é de seis meses

Obra do ProInfância reiniciou em janeiro após longo período com problemas de paralisações

Prazo para conclusão da creche do Santa Luzia é de seis meses

Obra do ProInfância reiniciou em janeiro após longo período com problemas de paralisações

Antes da nova licitação, a obra já havia passado por pelo menos outros três processos / Foto: Juliana Eichwald
Antes da nova licitação, a obra já havia passado por pelo menos outros três processos / Foto: Juliana Eichwald

Depois de quatro anos em construção e de constantes paralisações, a obra da creche do bairro Santa Luzia foi retomada no mês passado e tem novo prazo para conclusão. De acordo com o diretor geral do Departamento Geral de Infraestrutura (DGI), Rúbio Steingräber, em seis meses a creche estará finalizada.

Iniciada em 2012 por meio de recursos do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (ProInfância) junto a outras duas – Rio Branco e Limeira -, a obra passou por pelo menos três licitações devido a problemas com as construtoras responsáveis.

Quando o prefeito interino Roberto Prudêncio Neto assumiu a administração municipal, a obra foi novamente paralisada. Na oportunidade, a prefeitura alegou que a construção apresentava irregularidades, como infiltrações e problemas com as instalações sanitárias.

Após novo processo licitatório iniciado no fim do ano passado, a empresa Germann Construtora ganhou o direito de retomar e finalizar a obra com investimento de cerca de R$ 550 mil.

Tanto para a continuação da creche do Santa Luzia quanto para a do Rio Branco [confira na matéria secundária], o DGI precisou elaborar um levantamento dos serviços que ainda estavam incompletos, além de levantamento sobre os itens que estavam executados de forma irregular.
“Contratamos, por meio de processo seletivo, três engenheiros para a elaboração deste trabalho, com dois focos distintos. Assim, conseguimos chegar em um novo valor para a licitação, bem como ajuizar a empresa anterior em ressarcir ao poder público os valores correspondentes aos serviços executados de maneira incorreta”, afirma o diretor geral do DGI.

Ainda segundo Steingräber, as duas obras precisam de manutenção no telhado, de reboco, de impermeabilização, de fossa e filtro, de baldrame, de cercas, de pintura, de instalações elétricas, hidráulicas, pluviais e de combate a incêndio, de ar-condicionado, de pavimentação, de paisagismo e de caixa d’água (apenas a do Rio Branco). O diretor geral afirma também que, quando a obra do Santa Luzia estava paralisada, a prefeitura colocou vigilantes no local.

A empresa Germann Construtora ganhou o direito de retomar e finalizar a obra do Santa Luzia / Foto: Juliana Eichwald
A empresa Germann Construtora ganhou o direito de retomar e finalizar a obra do Santa Luzia / Foto: Juliana Eichwald

Insatisfação

Os moradores do Santa Luzia que comemoraram a construção da nova creche em 2012, hoje lamentam que a obra ainda não esteja concluída. A metalúrgica Josiane Ferreira Costa é uma delas. Com o filho de três anos matriculado no Centro de Educação Infantil (CEI) Tia Norma, localizado no bairro, ela diz que na época achou que conseguiria matriculá-lo na nova creche.

“Eu fiquei animada assim como muitas pessoas também ficaram. O espaço seria maior, as salas seriam maiores. Teria mais espaço para as crianças brincarem. O projeto em si era muito bom e todo mundo ficou na expectativa, mas nada disso se concluiu. Tudo ficou em más condições durante o tempo em que a obra paralisada. Ela pegou chuva, ficou com infiltrações e o telhado ficou precário”, lamenta.

Moradora do bairro há mais de 20 anos, ela conta que a boa parte da comunidade reclama da demora na construção. Josiane diz ainda que, para a creche não oferecer riscos às crianças, a prefeitura terá de refazer boa parte da estrutura.


Obra do Rio Branco está prevista para reiniciar em março

Das três creches que iniciaram em 2012 com recursos do ProInfância, apenas a do bairro Limeira foi concluída e inaugurada. Assim como a obra do Santa Luzia, a do Rio Branco também passou por problemas com as construtoras responsáveis e também teve mais de uma paralisação.

Com a nova licitação concluída no fim do ano passado, o DGI prevê que a obra seja retomada no mês que vem. A Construtora Renascence foi a empresa vencedora do processo licitatório e concluirá a obra com investimento de R$ 1 milhão.

Segundo o diretor geral do DGI, Rúbio Steingräber, a obra do Rio Branco tem prazo de 12 meses para a conclusão. Ele afirma também que as comunidades do Rio Branco e do Santa Luzia carecem de novas vagas em creches e que, desta vez, a prefeitura entregará “com êxito” as duas obras finalizadas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio