Preço da gasolina reduz média de 12 centavos

Em 14 postos de combustíveis de Brusque, as reduções variam entre 5 e 25 centavos

Preço da gasolina reduz média de 12 centavos

Em 14 postos de combustíveis de Brusque, as reduções variam entre 5 e 25 centavos

Assim como no restante de Santa Catarina, os postos de combustíveis de Brusque também reduziram, de fevereiro a abril, o valor da gasolina. A média de redução nos 14 estabelecimentos contatos pela reportagem foi de 11,92 centavos – a maior queda atingiu 25 centavos e a menor 5 centavos.

Em fevereiro, o Município Dia a Dia havia pesquisado os valores da gasolina em 24 postos do município com base na lista de estabelecimentos da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Na época, dos 24 postos, 18 repassaram o valor praticado. Ontem, a reportagem entrou novamente em contato para solicitar os preços destes postos.

Entre eles, apenas um não repassou os valores. Dos restantes, 14 reduziram o preço, dois mantiveram os valores de fevereiro e um aumentou oito centavos. De acordo com os proprietários e gerentes dos postos, o motivo da queda está diretamente atrelado à concorrência do mercado.

“Tivemos de baixar por causa da concorrência. Nós vimos que eles baixaram e fomos obrigados a baixar também, do contrário, não venderíamos”, afirma a gerente do Auto Posto Gaivota, Josiani Isleb. “Antes de reduzirmos o valor, nossa clientela tinha reduzido. Agora voltou ao normal. Sempre analisamos o mercado para mudar o valor. Mas na realidade não poderíamos estar trabalhando com essa margem porque infelizmente não é lucrativo”, completa.

O Gaivota foi um dos estabelecimentos que tiveram a maior redução: 25 centavos. Por outro lado, o Auto Posto Reis foi o local com a taxa de redução mais baixa: cinco centavos. O proprietário, Tarcísio Reis, afirma que apenas conseguiu baixar o valor devido ao etanol. No início de março, o governo federal permitiu, através de uma resolução, a ampliação no percentual obrigatório de adição do etanol no combustível de 25% para 27%.

“Por causa dessa mistura que conseguimos baixar o preço. Não posso baixar mais porque daí eu não consigo pagar meus impostos e meus funcionários. Sou obrigado a manter um preço que me permita dar um produto de qualidade e atender bem o meu cliente”, afirma Reis. Ele ressalta também que o preço que sai das distribuidoras é o mesmo para todos os postos. “Cada um tem a sua despesa e sua margem de lucro, então cada um trabalha do jeito que quer. Essas reduções maiores que ocorrem são por causa da concorrência mesmo”, diz.
Procon

Em fevereiro, o Procon de Brusque notificou os postos de combustíveis do município solicitando as notas de vendas e o livro de registro para verificar se os estabelecimentos estavam praticando valores superiores aos do reajuste – R$ 0,22 para a gasolina e R$ 0,15 para o diesel.

Porém, de acordo com o diretor administrativo do órgão, Anderson Merlo, a análise dos relatórios atrasou em razão das mudanças na prefeitura causadas pela cassação do mandato do ex-prefeito Paulo Eccel. As verificações, que ocorrerão em parceria com a Procuradoria do município, devem iniciar na próxima segunda-feira, 4, e se estender até o fim da semana.

 

gasolina

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio