Prédio da Fundação Cultural de Brusque apresenta sinais de falta de manutenção

Local possui infiltrações, faltam extintores de incêndio e pintura; melhorias estão previstas pela prefeitura

Prédio da Fundação Cultural de Brusque apresenta sinais de falta de manutenção

Local possui infiltrações, faltam extintores de incêndio e pintura; melhorias estão previstas pela prefeitura

O prédio da Fundação Cultural de Brusque, onde também fica a Biblioteca Pública Ary Cabral, inaugurado em 2013, apresenta sinais de falta de manutenção em diversos pontos. Da fachada com letras faltando até infiltrações e falta de extintores de incêndio, o espaço é alvo da falta de conservação.

De acordo com a secretária de Educação Eliani Buemo, as melhorias que precisam ser feitas são a troca do telhado da rampa e a pintura do prédio, itens que constam no Plano Plurianual (PPA) da Prefeitura de Brusque, que abrange o quadriênio 2018-2021.

A secretária diz que o assunto já foi discutido, porém, o valor das reformas ainda não foi definido. A princípio, o plano elaborado no ano passado estabelece a quantia de R$ 150 mil e as reformas teriam início no segundo semestre deste ano.

O documento, que estabelece as prioridades de investimento do governo municipal, contempla diversas áreas, como saúde e educação. A secretária explica que reconhece as prioridades do município e que há um processo burocrático antes do início das reformas.

Locais destinados aos extintores de incêndio não possuem o equipamento. | Foto: Eliz Haacke
Pintura do prédio é uma das prioridades de reforma. | Foto: Eliz Haacke
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio