Prefeito e vice de São João Batista são cassados pelo TRE-SC

Daniel Netto Cândido (PSD) foi condenado por compra de votos e abuso de poder econômico nesta segunda-feira, 23 de setembro

Prefeito e vice de São João Batista são cassados pelo TRE-SC

Daniel Netto Cândido (PSD) foi condenado por compra de votos e abuso de poder econômico nesta segunda-feira, 23 de setembro

Os juízes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) cassaram por 4 votos a 2 o prefeito e o vice de São João Batista, Daniel Netto Cândido (PSD) e Élio Peixer (PMDB), na tarde dessa segunda-feira, 23 de setembro. Eles foram condenados por abuso de poder econômico e compra de votos nas eleições de 2012. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A existência da compra de votos foi confirmada em primeira decisão por seis votos a um. Os envolvidos no caso, o suplente, Joel Ricardo, o ex-candidato, Laudir José Kammer e a vereadora Vera Lúcia Peixer de Amorim permaneceram com a decisão da Juiza da Comarca de São João Batista, Liana Bardini. 

Na segunda parte do julgamento, os juízes decidiram, por quatro a dois, que a compra de votos atingiu o prefeito e o vice pelo fato de terem sido eleitos na mesma chapa beneficiada com os fatos ilícitos, o chamado efeito de arrastamento. 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio