Prefeitos negociam dívida do Hospital Azambuja com a Celesc

Nova gestão vai apresentar contra-proposta para o pagamento

Prefeitos negociam dívida do Hospital Azambuja com a Celesc

Nova gestão vai apresentar contra-proposta para o pagamento

Ao final da manhã desta terça-feira, 11 de junho, uma comitiva com os chefes dos poderes executivos de Brusque, Paulo Eccel, Botuverá, José Luiz Colombi e o vice, Nilo Barni e o prefeito em exercício de Guabiruba, Valmir Zirke, estiveram em Florianópolis para uma reunião com a diretoria da Celesc com o objetivo de buscar uma negociação sobre a dívida do Hospital Arquidiocesano Cônsul Carlos Renaux com a distribuidora de energia catarinense. Na oportunidade, foram recebidos pelo diretor comercial da Celesc, Eduardo Cesconeto e o assessor técnico da presidência, Vitor Guimarães, que repassaram um relatório atualizado da situação.
 
A dívida atual do Hospital Azambuja em energia elétrica chega a aproximadamente R$ 2,8 milhões, que vêm se acumulando desde 2005. De posse do relatório com os valores ficou definido que a nova gestão da entidade vai analisar os valores e apresentar uma contra-proposta para o pagamento.
 
O prefeito de Brusque informou que o encontro foi bastante esclarecedor e que foi um primeiro momento de conversas. “Vamos continuar as negociações e buscar o melhor entendimento para solucionar esta situação com a Celesc”, declarou Eccel.



Fonte: Secretaria de Comunicação Social – Prefeitura de Brusque
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio