Conteúdo exclusivo para assinantes

Prefeitura aguarda autorização do Badesc para iniciar abertura da avenida Beira Rio

Agência está analisando documentação do processo licitatório vencido pela empresa Ramos Terraplanagem

Prefeitura aguarda autorização do Badesc para iniciar abertura da avenida Beira Rio

Agência está analisando documentação do processo licitatório vencido pela empresa Ramos Terraplanagem

Depois de ter dado por encerrado o processo licitatório iniciado em 14 de agosto, a Prefeitura de Brusque aguarda autorização da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) para dar início às obras de prolongamento do canal extravasor da avenida Beira Rio, no sentido Santa Terezinha.

Nesta semana foi publicado o contrato com a empresa Ramos Terraplanagem, sediada em Blumenau e vencedora da licitação para executar a obra.

Conforme o contrato, serão feitos serviços de terraplanagem e intervenções de rebaixamento e corte de taludes na margem direita do rio Itajaí-Mirim.

O valor do contrato é de R$ 3,5 milhões. Conforme a diretora do Departamento Geral de Infraestrutura (DGI), Andrea Volkmann, como o valor é financiado pelo Badesc, a agência quer analisar a documentação do processo licitatório, para ver se tudo está correto.

Assim que isso for analisado, é dado sinal verde para a prefeitura se reunir com a empresa e ordenar o início das obras. Será estabelecido, então, um cronograma dos serviços a serem executados, assim como estipulados os prazos.

Na sexta-feira, 15, a diretora do DGI foi a Florianópolis, onde reuniu-se com diretores do Badesc, para tratar da obra. Lá, foi-lhe informado pela equipe técnica da agência que a análise sobre o processo licitatório será finalizada até o fim desta semana.

Se toda a documentação estiver em dia, na próxima semana as obras já podem ser iniciadas. Andrea explica que o Badesc irá financiar somente a abertura e terraplanagem do canal extravasor.

A pavimentação da via, entretanto, não faz parte deste contrato. No momento, o DGI elabora um projeto para solicitar os recursos para pavimentação diretamente ao governo do estado.

Trecho de quatro quilômetros
No começo do ano, a Prefeitura de Brusque conseguiu a aprovação na Câmara de Vereadores de um projeto de lei que estipulou mudanças no projeto da obra, inicialmente prevista em apenas 600 metros.

O novo projeto apresentado prevê a abertura de 3,9 quilômetros do bairro Santa Terezinha em direção a Itajaí. Há ainda 700 metros do prolongamento que não serão contemplados por esse recurso, e que a prefeitura fará com orçamento próprio.

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio