Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Prefeitura de Brusque analisa possibilidade de cartão corporativo para escolas municipais

Página 3

Bastidores da política e do Judiciário, opiniões sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro público

Prefeitura de Brusque analisa possibilidade de cartão corporativo para escolas municipais

Página 3

A Secretaria de Educação analisa proposta do vereador Rogério dos Santos (PSD) de criação de um cartão corporativo para as escolas municipais.

Funcionaria como já existe na rede estadual, onde cada unidade tem um cartão com valor limitado para pequenos reparos, como trocas de lâmpadas, maçanetas e outros serviços mais baratos.

Desta forma, não é preciso licitar, procedimento demorado e burocrático. Segundo o secretário de Governo e Gestão Estratégica, William Molina, o documento do vereador foi analisado pelo Comitê Gestor, que agora espera um posicionamento da pasta sobre a legalidade e a viabilidade financeira de se adotar o modelo.   

Na justificativa do requerimento enviado ao prefeito, Rogério dos Santos afirmou que a modalidade revelou-se extremamente vantajosa ao agilizar pequenos procedimentos.

O vereador também escreveu que ter o cartão evitaria “o constrangedor gesto de um diretor escolar em pagar, do próprio bolso, por um eventual quilo de açúcar ou rolo de papel higiênico”.

Segundo ele, a rede municipal de ensino tem 61 estabelecimentos para atender um contingente de aproximadamente 14 mil alunos.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio