Prefeitura de Brusque arrecada mais de R$ 21 milhões com o IPTU em 2017

Neste ano, segundo o município, 80% dos valores devidos foram quitados em cota única

Prefeitura de Brusque arrecada mais de R$ 21 milhões com o IPTU em 2017

Neste ano, segundo o município, 80% dos valores devidos foram quitados em cota única

Mais de R$ 21 dos R$ 34 milhões previstos do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2017 foram arrecadados pelo município até o fim de julho deste ano. Desse valor, 80% foi quitado em cota única. A segunda opção mais aderida pela população foi o parcelamento em até três vezes.

Para o poder público municipal, o valor é expressivo, tendo em vista a baixa inadimplência da população brusquense. A diretora da Tributação, Nadine Dirschnabel, destaca que os cidadãos estão preocupados em estar com seus débitos em dia e, consequentemente, entendem a importância do IPTU para o município.

De acordo com a Secretaria de Fazenda, do total arrecadado até o fim de julho, o IPTU representou 9,68% da receita total de 2017.

“As pessoas sabem que é com esse valor que a prefeitura realiza as obras de infraestrutura, como manutenções, pavimentações de rua, reformas de unidades de saúde e escolas, por exemplo. Essas ações viabilizadas por esse valor visam, sobretudo, melhorar a qualidade de vida dos brusquenses”.

IPTU em números
Mais de 57 mil carnês referentes ao IPTU deste ano foram emitidos pela prefeitura. Desse montante, 7.560 contribuintes foram isentos do pagamento de 2017. Do total de carnês impressos, cerca de 34 mil boletos foram entregues entre os dias 6 de fevereiro a 9 de março e quase 20 mil foram acessados por meio do Portal do Cidadão.

Nesse sentido, visando minimizar os gastos com impressão de carnês, o intuito da prefeitura para 2018 é incentivar os contribuintes a utilizarem o sistema online. “É importante lembrar que o carnê digital é tão seguro quanto o impresso. Além disso, o morador não precisa nem sair da comodidade da sua casa para ter acesso ao documento”.

A pasta já iniciou os estudos e buscará outros meios para atender a demanda das pessoas que não possuem acesso à internet. Os contribuintes têm até o dia 31 de dezembro para regularizar o pagamento do tributo deste ano e não ser inserido em dívida ativa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio