Página 3

Bastidores da política e do judiciário, opiniões e críticas sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro dos impostos pagos pelo cidadão

Prefeitura de Brusque demora a responder pedidos de informação, e vereadores discutem

Página 3

Bastidores da política e do judiciário, opiniões e críticas sobre os acontecimentos da cidade e vigilância à aplicação do dinheiro dos impostos pagos pelo cidadão

Prefeitura de Brusque demora a responder pedidos de informação, e vereadores discutem

Página 3

Pedidos de informação
Gerou discussão mais acalorada, na sessão desta terça-feira da Câmara de Vereadores, a solicitação do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) para ter mais prazo para responder pedidos de informação feitos pelo vereador Marcos Deichmann (PEN). A prorrogação de prazo foi aprovada por oito votos a seis, não sem antes ter gerado uma boa dose de discussão. O vereador reclamou que o Executivo já estava atrasado em sua resposta, pois haviam se passado 45 dias desde o protocolo, e ainda solicitou mais 30.

Prazo dobrado
Deichmann reclamou do que classificou de falta de respeito da prefeitura para com a Câmara, uma vez que o Samae não respondeu e sequer pediu prorrogação do prazo dentro do tempo previsto, de 30 dias. Ele disse que a autarquia só fez o pedido porque ele ligou lá para saber como estava o andamento da resposta. O vereador Ivan Martins (PSD), por sua vez, defendeu o fato de que, como a Câmara estava em recesso, o prazo não poderia ser contado em dias corridos, e disse ainda que o vereador Marcos “parece ter um problema pessoal com o Samae”.

Falta de interesse
A situação relatada na tribuna não é nova, e sucessivos prefeitos têm demonstrado uma total falta de interesse em responder aos pedidos de informação elaborados por vereadores. No caso do Samae, por exemplo, a autarquia não teve recesso no meio do ano e, portanto, não há justificativa para tamanha demora em responder. Reclamações, por si só, também não bastam, os vereadores devem é recorrer aos meios legais para fazer cumprir a lei: a falta de resposta a um pedido de informação parece pouco, mas é falta grave, passível de condenação do prefeito por improbidade administrativa.


Comparecimento
Falando no Samae, foi aprovado nesta semana um requerimento que pede a formalização de um convite ao diretor-presidente da autarquia, Roberto Bolognini, para comparecer a uma sessão do Legislativo, a fim de prestar esclarecimentos sobre assuntos da pasta. Um deles é a constante escassez no fornecimento de água potável no bairro Dom Joaquim, assim como o controle da água tratada nos sistemas isolados; e o planejamento para a demanda do abastecimento de água nos novos loteamentos.


Agência da Caixa
O vereador Valdir Hinselmann (PRP) apresentou requerimento à gerência regional da Caixa Econômica Federal, solicitando que esta promova um estudo para implantação de uma agência no bairro Dom Joaquim. Afirma, no requerimento, que há cerca de 700 empresas em Botuverá, e número parecido nos bairros Dom Joaquim, Thomaz Coelho, Rio Branco, Cedro Grande e na localidade de Ribeirão do Mafra, que precisam se deslocar até o Centro para utilizar os serviços do banco, numa população estimada em 25 mil pessoas.


Reunião
O prefeito e o vice-prefeito de Brusque, Jonas Paegle e Ari Vechi, receberam na manhã desta terça-feira, 15, a visita do presidente da Associação Catarinense de Rádio e Televisão (Acaert), Marcello Corrêa Petrelli, acompanhado do vice-presidente jurídico e técnico da entidade, Silvano Silva. Na oportunidade foram discutidos o cenário da comunicação em Santa Catarina e no Brasil, entre eles a migração das emissoras de rádio AM para o FM e a cobertura do sinal da TV digital. Petrelli preside também o Grupo RIC em Santa Catarina.


Turismo religioso
O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, acompanhando do presidente da Câmara, Jean Pirola, recebeu nesta semana o prefeito da cidade de Nova Trento, Gian Voltolini, para tratar da criação do Consórcio Intermunicipal de Turismo do Vale do Sagrado Catarinense, que abrange, além de Brusque, Nova Trento e São João Batista, as cidades de Major Gercino, Canelinha, Tijucas e Angelina. A intenção é formar uma rota turística incentivando o turismo religioso. O Santuário de Santa Paulina, em Nova Trento, e a tradicional Igreja de Azambuja, em Brusque, seriam trabalhadas como os principais destinos desta rota, que teria o complemento com outros templos religiosos dos municípios integrantes. Segundo o prefeito Jonas Paegle, a intenção é fazer parte da rota, que visa ampliar o número de turistas que tem como destino a região.


Recursos para o hospital
O Hospital Azambuja foi contemplado, durante esta semana, com R$ 150 mil, fruto da destinação de emenda parlamentar do deputado federal César Souza (PSD). De acordo com o administrador da unidade, Fabiano Amorim, os valores serão destinados para a compra de medicações. A liberação dos recursos surgiu após pedidos feitos ao parlamentar pelo presidente do DEM de Brusque, Jones Bosio.


Sesc em São João Batista
Na tarde desta terça-feira, 15, foi feita a entrega do alvará de licença de construção para a obra do Serviço Social do Comércio (Sesc) em São João Batista, cujo início está previsto para o dia 28 deste mês, em parte do terreno onde está o centro de eventos do município. A previsão de investimentos é de R$ 8 milhões. Na proposta está prevista a concessão para o Sesc por 20 anos. A projeção é de 632 mil atendimentos por ano.


Postos itinerantes
O deputado estadual Serafim Venzon (PSDB), em reunião com o presidente do TRE-SC, pediu que fossem ampliados os postos para cadastramento biométrico em Santa Catarina. Cerca de 35% dos eleitores catarinenses já fizeram o cadastro, mas o índice está abaixo do esperado. O parlamentar se reuniu com o presidente do tribunal, desembargador Antonio do Rêgo Monteiro Rocha, e sugeriu que o órgão fizesse pontos de cadastramento biométricos itinerantes, o que facilitaria o comparecimento aos cartórios.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio