Prefeitura de Brusque divulga lucro de R$ 141 mil com a 32ª Fenarreco

Organização também estuda mudar o parque de diversões, com foco nas crianças, para 2018

Prefeitura de Brusque divulga lucro de R$ 141 mil com a 32ª Fenarreco

Organização também estuda mudar o parque de diversões, com foco nas crianças, para 2018

A 32ª Fenarreco gerou R$ 141.516,23 de lucro para a Prefeitura de Brusque, de acordo com os números oficiais informados pela organização nesta terça-feira, 24, pela manhã. O valor é cerca de R$ 4 mil maior do que em 2016.

O relatório final com os números da Fenarreco foi apresentado à imprensa, em entrevista coletiva, pelo prefeito Jonas Paegle, secretário de Desenvolvimento Econômico, João Beuting, e diretor de Turismo, Norberto Maestri, o Kito.

Segundo a organização, passaram pelas catracas, durante os dez dias, mais de 110 mil pessoas. O diretor de Turismo disse que este número pode ser ainda maior, já que “centenas de pessoas” conseguiram entrar sem passar pela catraca.

O relatório informa que o gasto total que a prefeitura teve para realizar a 32ª Fenarreco foi de R$ 1,22 milhão. A contratação de bandas para a festa e para o desfile foi a maior despesa, na casa dos R$ 419 mil.

Já as receitas atingiram R$ 1,36 milhão. A bilheteria foi a maior fonte de dinheiro, já que entraram nos cofres R$ 375 mil, segundo a organização.

O contrato com a Germânia, marca oficial da bebida da Fenarreco, no valor de R$ 307 mil também foi uma fonte grande de receita.

O lucro registado com a 32ª edição aproxima-se do que foi repassado pelo governo do estado para a sua realização: R$ 150 mil.

Avaliação
O prefeito Jonas Paegle afirmou que a 32ª Fenarreco superou as expectativas. Segundo ele, foi uma das melhores edições dos últimos anos.

Beuting comemorou que, apesar da crise financeira do país, a festa não deu prejuízo. “A Fenarreco foi, com certeza, uma festa sustentável”, disse.

Para o diretor de Turismo, o lucro líquido de R$ 141 mil foi uma surpresa, pois a festa passou por várias mudanças neste ano.

“O importante é que a festa se pagou e ainda chegamos a esse lucro”, afirmou Kito. Ele avaliou que a crise financeira do país não intimidou os foliões, que foram dispostos a gastar.

“Impressionou-nos o número de turistas que vieram”, disse Kito. No entanto, o diretor fez questão de ressaltar o número de famílias e de empresas que compareceram em grupo na Fenarreco de 2017.

Mudanças
Dentre as principais mudanças para esta edição estão o parque e o geotúnel. Na avaliação da organização, ambas foram acertadas.

Com o crescimento do público, era necessário tirar o parque do estacionamento para dar lugar para mais um pavilhão, segundo Kito. Tanto ele quanto Beuting avaliaram que essa atitude foi proveitosa para quem queria curtir a música com mais espaço.

O parque do lado de fora foi visto com bons olhos justamente por liberar espaço para o geotúnel. Entretanto, houve problemas de segurança, informados pela Polícia Militar.

Parque infantil é estudado para 2018

A organização já começa a pensar a 33ª Fenarreco. Uma coisa praticamente certa de que irá mudar é o parque de diversões, de acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico.

“Para a festa, o parque foi ótimo, mas nos perturbou”, disse. Ele se referia aos casos de consumo de drogas e brigas no local. Em 2018, o atual parque deve dar lugar a outro, voltado para crianças.

Segundo o anúncio do secretário, a prefeitura estuda, com boa probabilidade de se confirmar, manter o parque. Mas será com brinquedos infláveis e terá monitores para cuidar das crianças.

Beuting afirmou que o atual parque tem brinquedos ultrapassados, o que, inclusive, pode resultar em acidentes, se não houver manutenção adequada. Enquanto o diretor de Turismo não foi tão categórico quanto ao fim do parque, Beuting se posicionou pela mudança.

Kito Maestri disse que as mudanças para o ano que vem não se limitarão ao parque de diversões. Elas devem englobar nova decoração para o desfile e para o pavilhão.

Ele afirmou, também, que se estuda até mesmo a instalação de mais um pavilhão, já que o público tem aumentado a cada edição.

“Vimos várias pequenas falhas, que corrigiremos”, disse o prefeito Jonas Paegle. Segundo ele, o público da 33ª Fenarreco deverá maior do que o deste ano devido à duplicação da rodovia Antônio Heil.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio