Conteúdo exclusivo para assinantes

Prefeitura de Brusque lança edital para prolongamento da ponte dos bombeiros

Projeto faz parte do plano de ampliação da margem esquerda da avenida Beira Rio

Prefeitura de Brusque lança edital para prolongamento da ponte dos bombeiros

Projeto faz parte do plano de ampliação da margem esquerda da avenida Beira Rio

A Prefeitura de Brusque lançou edital de licitação para contratação de empresa para elaborar os projetos de prolongamento da ponte Mário Olinger, a ponte dos bombeiros.

De acordo com a diretora do Departamento Geral de Infraestrutura (DGI), Andrea Volkmann, a alteração na ponte faz parte do projeto de prolongamento da margem esquerda da avenida Beira Rio.

O objetivo é prolongar a cabeceira da ponte, assim como já foi feito na outra margem anos atrás. A intenção é que o novo trecho da Beira Rio passe por baixo da estrutura.

Na projeção da prefeitura, o lado esquerdo da avenida terá início exatamente na ponte Mário Olinger e irá até a ponte João Libério Benvenutti, perto do clube Santos Dumont, por quatro quilômetros de extensão.

Andrea explica que o projeto de prolongamento da ponte será anexado ao projeto executivo da extensão da Beira Rio que está sendo elaborado pela prefeitura.

Quando todos os projetos estiverem prontos, serão encaminhados para o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) para análise, aceitação e finalização do convênio para o programa Avançar Cidades, do Ministério das Cidades, que contempla obras de mobilidade urbana.

Como Brusque tem 128 mil habitantes, se encaixa na faixa 4 do programa federal – destinado para cidades entre 100 mil e 250 mil habitantes – e, por isso, poderá fazer financiamento de até R$ 30 milhões. A obra de prolongamento da Beira Rio terá custo total de R$ 23,4 milhões.

A licitação
A abertura dos envelopes com as propostas das empresas será no dia 28 de março. De acordo com o edital, os projetos geométricos e estruturais de prolongamento da ponte devem “buscar a adoção de soluções que propiciem a melhor relação custo-benefício, abrangendo aspectos sociais e econômicos, destacando-se a utilização de técnicas apropriadas, de baixo custo e eficiente quanto a prazo, aproveitando os recursos naturais locais, quando possível”.

O prazo para a entrega dos projetos é de 30 dias, a contar da assinatura da ordem de serviço. Ainda segundo o edital, o valor dos projetos não pode ultrapassar R$ 23.769,33.

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio