Conteúdo exclusivo para assinantes

Prefeitura de Brusque licitará nova empresa para a UBS do Emma 2

Antiga construtora aceitou rescisão amigável após abandonar canteiro de obras

Prefeitura de Brusque licitará nova empresa para a UBS do Emma 2

Antiga construtora aceitou rescisão amigável após abandonar canteiro de obras

A comunidade do loteamento Emma 2, no bairro Limoeiro, não terá a Unidade Básica de Saúde (UBS) da localidade tão logo. A Prefeitura de Brusque e a empresa Rodrigues & Camargo, de Tijucas, que tocava a obra, rescindiram amigavelmente o contrato, por isso será necessário realizar uma nova licitação.

O documento do rompimento entre as partes diz que o Departamento Geral de Infraestrutura (DGI) conversava desde janeiro com a empresa para a retomada das obras. Mas, como O Município noticiou, a Rodrigues & Camargo não tinha mais interesse.

Em 29 de setembro deste ano, a prefeitura e a construtora assinaram a rescisão do contrato amigavelmente.

De acordo com a diretora do DGI, Andrea Volkmann, neste momento a equipe técnica trabalha no replanejamento de valores do contrato. Os engenheiros fazem um inventário do que já foi realizado pela antiga empresa.

“Estamos trabalhando na planilha, para podermos lançar os valores na licitação. Acredito que deixaremos tudo organizado até o fim deste mês”, afirma a diretora do DGI. A previsão é que o edital para a nova contratação seja lançado ainda neste ano.

A construção da UBS Emma 2 foi viabilizada por meio do Ministério da Saúde, por isso, a Prefeitura de Brusque terá de notificar o governo federal, além de fazer o inventário.

História antiga
O contrato para a construção da UBS Emma 2 foi assinado em 2014. O prazo final para a entrega do posto de saúde era outubro de 2016, depois prorrogado por 12 meses. Mas até hoje os moradores aguardam que a unidade comece a funcionar. A obra está abandonada há cerca de um ano. Entulho, lixo e mato se avolumam ao seu redor.

Já em 2016, a empresa deixou a obra. Neste ano, a nova gestão encontrou várias obras paralisadas, dentre elas a UBS Emma 2.

Segundo reportagem de março deste ano de O Município, apenas 50% do trabalho foi feito. De acordo com a prefeitura, a obra da UBS Emma 2 foi licitada ao custo de R$ 547.412,86.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio